Raikkonen quer agora lutar pela equipe

O finlandês Kimi Raikkonen estava visivelmente decepcionado com a perda do título de pilotos da Fórmula 1 para o espanhol Fernando Alonso, mas procurou mostrar que está mais preocupado agora em lutar pela sua equipe, a McLaren, nas últimas duas corridas da temporada. ?Quero dar os parabéns para o Alonso. Claro que estou triste porque queria ganhar a corrida e o campeonato. Mas agora é correr pela equipe?, disse. Raikkonen acredita que poderá ter um bom final de temporada com as corridas no Japão e na China. ?Acho que vai ser um bom final de ano para a equipe?, afirmou o finlandês, comentando sobre o fato de a McLaren ter conseguido ultrapassar, em dois pontos, a Renault no campeonato de construtores. Quase despercebido durante a entrevista coletiva dos três primeiros colocados do GP Brasil, o colombiano Juan Pablo Montoya, vencedor da prova pela segunda vez seguida, também ressaltou que irá lutar pela equipe. ?Tenho que trabalhar pelo meu time. Fiz uma grande corrida e gosto muito de ganhar aqui, já que é o GP mais perto da minha casa?, comentou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.