Raikkonen surpreende e domina a 2ª sessão

O piloto Kimi Raikkonen, da McLaren, foi a surpresa da segunda sessão de treinos livres para o GP da Europa, disputada nesta sexta-feira no circuito de Nurburgring, na Alemanha. O finlandês registrou o melhor tempo do dia, ao marcar 1min.29s.355. O inglês Jenson Button (BAR) fez o segundo tempo (1:29.618) e Ralf Schumacher (Williams) o terceiro (1:29.677). Rubens Barrichello (Ferrari) marcou o sexto tempo (1:29.943) e Michael Schumacher conseguiu apenas a nona posição (1:30.227).Na primeira sessão, o piloto de testes da BAR, Antony Davidson, havia sido o mais rápido, com o tempo de 1min.29s.631, 0,184 abaixo do alemão Michael Schumacher (Ferrari) que chegou em segundo. Naquele treino, Rubinho chegou em terceiro.Os treinos oficiais, que vão definir o grid de largada, serão disputados neste sábado de manhã.Veja os tempos da 2ª sessão de treinos livres em Nurburgrig: 1 - Kimi Raikkonen (FIN/McLaren-Mercedes) 1:29.355 2 - Jenson Button (ING/BAR-Honda) 1:29.618 3 - Ralf Schumacher (ALE/Williams-BMW) 1:29.6774 - David Coulthard (ING/McLaren-Mercedes) 1:29.7005 - Jarno Trulli (ITA/Renault) 1:29.9196 - Rubens Barrichello (BRA/Ferrari) 1:29.9437 - Anthony Davidson (ING/BAR-Honda) 1:30.0288 - Fernando Alonso (ESP/Renault) 1:30.1639 - Michael Schumacher (ALE/Ferrari) 1:30.22710 - Takuma Sato (JAP/BAR-Honda) 1:30.28311 - Juan Pablo Montoya (COL/Williams-BMW) 1:30.33712 - Mark Webber (AUS/Jaguar-Cosworth) 1:30.46613 - Olivier Panis (FRA/Toyota) 1:30.49714 - Cristiano Da Matta (BRA/Toyota) 1:30.53115 - Ricardo Zonta (BRA/Toyota) 1:30.94916 - Giancarlo Fisichella (ITA/Sauber-Petronas) 1:30.97417 - Bjorn Wirdheim (SUE/Jaguar-Cosworth) 1:31.78018 - Timo Glock (ALE/Jordan) 1:32.08019 - Christian Klien (AUT/Jaguar-Cosworth) 1:32.21720 - Felipe Massa (BRA/Sauber-Petronas) 1:32.31021 - Gianmaria Bruni (ITA/Minardi) 1:32.64322 - Zsolt Baumgartner (HUN/Minardi) 1:32.98623 - Nick Heidfeld (ALE/Jordan) 1:33.17524 - Giorgio Pantano (ITA/Jordan) 1:33.39325 - Bas Leinders (BEL/Minardi) 1:34.538

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.