Ralf Schumacher deixará equipe Toyota no próximo ano

Piloto alemão diz que pretende buscar novos desafios e conta que está negociando com outras escuderias

01 de outubro de 2007 | 12h14

O piloto alemão Ralf Schumacher sairá da Toyota após três anos. Ele anunciou, nesta segunda-feira, que deixará a equipe em 2008 para encontrar uma nova escuderia. "Após três anos na Toyota, decidi buscar um novo desafio", disse Ralf em seu site. Veja também: Classificação do Mundial Leia mais no Blog do Lívio O piloto ainda não tem uma decisão clara sobre seu futuro, e diz que adiantará nas próximas semanas algumas conversas. "Nas próximas semanas, terei algumas conversas e anunciarei minha decisão no final da temporada", diz o piloto. Ralf afirma que, além do aspecto financeiro, levará em conta a possibilidade de desenvolver um carro com possibilidades de sucesso. O alemão disputou 51 corridas com a Toyota e não conseguiu a vitória em nenhuma delas. A escuderia, que tem o orçamento mais alto da Fórmula 1, esteve também abaixo das expectativas nesta temporada. A última das seis vitórias de Ralf foi em 6 de julho de 2003, quando ainda corria com a Williams.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Ralf SchumacherToyota

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.