Ralf supera o irmão no teste em Ímola

Depois de polêmica semana, com Ralf Schumacher acusando o seu chefe, Frank Williams, de não cumprir com a palavra, o piloto alemão acabou mostrou serviço nesta terça-feira, em Ímola, na Itália. Com a nova Williams/BMW, modelo FW26, Ralf foi mais rápido que seu irmão Michael, que andou com a Ferrari F2004.O tempo não estava bom no circuito italiano, onde também treinaram a McLaren e a Toyota. Mas, ainda assim, as quatro equipes testaram pelo menos um modelo novo cada uma, para a abertura da temporada, no outro domingo, 7 de março, em Melbourne, com o GP da Austrália.No caso da Ferrari, apenas o brasileiro Rubens Barriechello correu com o carro velho ? o F2003-GA. Ralf foi o mais rápido com 1m21s856, em 56 voltas, seguido do irmão Michael Schumacher, que fez 1m21s927 (32). Depois, vieram Rubinho, com 1m22s568 (27), David Coulthard, da McLaren/Mercedes (MP4/19), que fez 1m23s220 (40), Olivier Panis, da Toyota (TF104), com 1m24s564 (36) e Cristiano da Matta, também da Toyota (TF104), que fez 1m27s004 (21).Sam Michael, chefe de operações da Williams, falou sobre o trabalho de Ralf: ?Ele esteve concentrado no acerto geral do carro, já com vistas a Melbourne.? Disse que o piloto também fez mais testes com os novos pneus Michelin para pista seca, e que acabaram sendo ?bem úteis?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.