Ralf tem a preferência dos apostadores

Depois de Michael Schumacher e a Ferrari definirem a conquista dos títulos mundiais de pilotos e construtores, dia 19 na Hungria, agora é a vez de seu irmão, Ralf, da Williams, ser apontado como o favorito para ficar com o vice-campeonato. Nas casas de apostas de Londres, por exemplo, depois de Michael, Ralf foi o piloto mais apostado para vencer o GP da Bélgica, neste domingo, no espetacular circuito de Spa-Francorchamps.Três pilotos lutam para ser o vice-campeão da temporada: David Coulthard, da McLaren, com 51 pontos, Rubens Barrichello, Ferrari, 46, e Ralf Schumacher, 44. A prova de domingo será a 14ª do Mundial. Restam, além da corrida na Bélgica, o GP da Itália, dia 16, dos Estados Unidos, 30, ambas em setembro, e o GP do Japão, dia 14 de outubro.O retrospecto do desempenho do modelo FW23-BMW de Ralf, este ano, confirmam as previsões dos apostadores. "Acredito que poderemos lutar pela vitória nas quatro etapas finais do campeonato", afirmou o piloto, depois da fraca performance na Hungria, pista lenta, onde foi quarto, 49 segundos atrás do vencedor, Michael.Os apostadores da casa londrina Williams Hills receberão sete dólares para cada dois dólares investidos em Ralf, caso ele vença o GP da Bélgica. Coulthard paga nove e Rubens Barrichello 13 dólares para cada dois dólares apostados. Nos traçados velozes, em que as velocidades mais elevadas têm grande importância no desempenho do carro, como os quatro a seguir no calendário, a Williams-BMW mostrou-se quase imbatível, a exemplo da esmagadora vitória em Hockenheim, dia 29.Para ganhar em Spa, contudo, já existe um piloto que pelo momento e história é o favorito para obter mais uma vitória: Michael Schumacher. Esta será a 10ª vez que o alemão correrá em Spa. Ninguém venceu mais do que ele no traçado mais seletivo da F-1: cinco vezes, 1992, 1994, 1995, 1996 e 1997 ainda que em 1994 os comissários o tenham desclassificado porque a prancha debaixo do assoalho da sua Benetton apresentou desgaste irregular. "Sem a pressão de competir pelo título, vou correr para me divertir", afirmou o piloto da Ferrari. Os apostadores receberão 11 dólares para cada 8 apostados nele.E a constante iminência de chuva na corrida belga é mais um fator a favor de Michael. Três das quatro últimas edições do evento foram disputados com pista molhada, ao menos em parte da corrida. Se a tradição se mantiver, Rubens Barrichello pode também tirar proveito, pela sua conhecida competência nas provas sob chuva. Já Ralf, conforme ele mesmo vem afirmando este ano, não deverá lutar pela vitória em razão da defasagem de desempenho entre os pneus Michelin, que equipam a sua Williams, e os Bridgestone, da Ferrari e McLaren, sob chuva . "Com asfalto molhado, nós não teremos chances", diz sempre Ralf antes das largadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.