Rali: brasileiros chegam a Barcelona

Klever Kolberg e Lourival Roldan desembarcaram hoje pela manhã em Barcelona, na Espanha. A dupla, que no próximo dia 31 de dezembro larga para mais uma edição do Rally Paris-Dakar, enfrentou problemas na alfândega do aeroporto El Prat, segundo informa a assessoria de imprensa dos pilotos. Os policiais fizeram rigorosa revista na caixa de ferramentas levada por Kolberg. "Nós contamos com uma equipe de apoio mecânico durante o rali, mas eu sempre trago ferramentas extras", explicou o piloto. Após meia hora de imbróglio, o policial autorizou a entrada do brasileiro. O que mais chamou a atenção de Kolberg e de Roldan foram as inúmeras fotos de Ronaldinho em propagandas dentro e fora do aeroporto. O jogador, ídolo do Barcelona, foi eleito o melhor jogador do mundo pela FIFA na última semana e é tratado como celebridade na cidade. "Tem mais foto do Ronaldinho aqui, do que do Kadafi na Líbia", comparou Kolberg. Do aeroporto, a dupla seguiu direto para o hotel no qual ficará hospedada até a largada da prova, no dia 31. O frio de 6 graus não chegou a assustar os brasileiros. "Quando a largada é em Paris, a temperatura é muito mais baixa", disse Roldan.A grande expectativa da dupla é pelo reconhecimento do carro, que deve acontecer nesta segunda-feira à tarde.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.