Rali: brasileiros comemoram 1º pódio

A 25ª edição do Rally Paris-Dakar, que terá a largada no dia 1 de janeiro de 2003, em Marselha (França), será especial para os brasileiros André Azevedo e Klever Kolberg, da equipe Petrobras Lubrax. Eles comemoram o aniversário de 10 anos do primeiro pódio juntos no maior rali do mundo. Em 1993, quando a dupla ainda corria de moto, Kolberg foi campeão da categoria Maratona e conquistou o quinto lugar na classificação geral, até hoje o melhor resultado do Brasil entre os veículos de duas rodas, e Azevedo chegou em terceiro na mesma categoria. Naquele ano o Dakar passou por cinco países (França, Marrocos, Argélia, Mauritânia e Senegal) e foi considerado um dos mais difíceis da história devido à grande quantidade de dunas, principalmente para as motos.?Além do pódio, em 1993 foi a primeira vez que terminamos a corrida juntos depois de seis anos de Dakar. Eu já havia concluído sozinho em 1990 e 1991 e o Klever finalizou em 1992. No ano seguinte completamos a prova com um pódio duplo?, relembra André Azevedo. Em 90, a moto de Kolberg teve problemas e em 91 ele sofreu um acidente. Em 92 André abandonou após sofrer uma queda. A dupla estreou em 1988, mas não chegou ao final da competição nos dois primeiros anos.Atualmente Klever corre com um carro Mitsubishi Pajero Full e pela primeira vez terá como navegador o também brasileiro Lourival Roldan, estreante na competição no deserto do Saara. No último Dakar Kolberg contou com a ajuda do co-piloto francês Pascal Larroque. Já André compete de caminhão Tatra com os checos Tomas Tomecek e Mira Martinec.Além de um carro e dois caminhões, um de competição e outro de assistência mecânica exclusiva, a equipe Petrobras Lubrax conta ainda com Jean Azevedo nas motos, credenciando o time brasileiro como o único do mundo inscrito nas três categorias. Jean, irmão de André, tentará o bicampeonato na categoria Production com uma KTM 660 Rally. ?No sábado vamos terminar de montar a moto e estou planejando dar a primeira volta?, afirmou o piloto paulista de 28 anos. André, Jean e Klever estão em Paris acertando os últimos detalhes nos veículos e equipamentos antes da largada e no domingo deixarão a capital francesa rumo a Marselha, às margens do Mar Mediterrâneo. O Dakar 2003 terá um roteiro bem diferente dos anos anteriores, desta vez passando pela França, Espanha, Tunísia e Líbia, terminando na cidade de Sharm El Sheikh, no Egito, dia 19 de janeiro, depois de 8.552 quilômetros. Veja os melhores resultados de Azevedo e Kolberg no Dakar. ANDRÉ AZEVEDO1990 - Vice-campeão do Rally Paris-Dakar - Cat. Motos 600 cc1991 - Campeão do Rally Paris-Dakar - Cat. Motos Maratona1993 3ª colocação no Rally Paris-Dakar - Cat. Motos Maratona1994 - Vice-campeão do Rally Paris-Dakar - Cat. Motos Maratona Monocilindro1997 - Vice-campeão do Rally Dakar-Agades-Dakar - Cat. Motos Produção1999 3ª colocação Rally Granada-Dakar - Cat. Caminhões2000 4ª colocação Rally Paris-Dakar-Cairo - Cat. CaminhõesKLEVER KOLBERG1993 - Campeão do Rally Paris-Dakar - Cat. Motos Maratona e 5º na Geral das Motos1996 - 3ª colocação do Rally Granada-Dakar - Cat. Motos Maratona 1998 - 5ª colocação do Rally Paris-Dakar - Cat. Carros Maratona1999 - Vice-campeão do Rally Granada-Dakar - Cat. Carros Maratona2000 - Vice-campeão Rally Paris-Dakar-Cairo - Cat. Carros Maratona2002 - Vice-campeão do Rally Paris-Dakar - Cat. Carros Super Production Diesel e 8ª colocação na Geral dos Carros

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.