Ricardo Leizer/Divulgação
Ricardo Leizer/Divulgação

Rali dos Sertões começa em Goiânia, com importância redobrada

Competição deste ano contará para o Mundial de Rali Cross Country, com pontuação de peso 2

O Estado de S. Paulo

25 de julho de 2013 | 19h46

GOIÂNIA - A primeira especial do Rali dos Sertões será disputada nesta sexta-feira, entre Goiânia e Pirenópolis. O evento, que é uma das maiores provas off-road do mundo, teve ontem o prólogo e o super prime, que estabeleceram a ordem de largada.

No prólogo, disputado numa pista montada ao lado de um shopping na capital goiana, houve disputa em todas as categorias: quadriciclos, UTVs, caminhões, motos e carros. Entre os quadriciclos, o mais rápido foi o Marcelo Medeiros (2min07s). Na disputa dos UTVs, a dupla Carlo Colett e Marcos Gouvêa ficou em primeiro. Edu Piano foi o melhor piloto de caminhões, batendo o único adversário que participou, Guido Salvini. O português Paulo Gonçalves venceu nas motos, superando o francês Cyril Després. Entre os carros, a melhor dupla foi Marcos Baumgart/Kleber Cincea.

O percurso total compreende 4.115 quilômetros, sendo 2.488 de trechos cronometrados ao longo de dez dias de competição pelos estados de Goiás e Tocantins.

A edição 2013 será especialmente relevante para as categorias motos e quadriciclos, pois contarão pontos para o Campeonato Mundial de Rali Cross Country. E os pontos serão creditados com peso 2, o que promete disputas acirradas entre os nomes que se destacam: Jean Azevedo, Dário Júlio, Nielsen Bueno, os irmãos Ike e Guto Klaumann, Dimas Mattos, Deni do Nascimento e Ramon Sacilotti, o espanhol Marc Coma, os franceses Cyril Despres, David Casteu, Michel Metge, os portugueses Paulo Ponte e Paulo Gonçalves e o polonês Jakub Przygonski.

 

“O Sertões deste ano será muito disputado nas motos, já que a prova é válida pelo Mundial e ainda tem peso 2. O formato da prova atraiu vários estrangeiros que estão na disputa do Campeonato”, afirmou Dário Júlio, piloto e gestor da equipe Honda Mobil.

Jean Azevedo, que está em busca do hexacampeonato na classificação geral das Motos, é um dos brasileiros mais experientes no Sertões. "Vai ser um dos ralis mais difíceis este ano e pela primeira vez vou em busca do sexto título".

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.