Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
MCH Photography/Divulgação
MCH Photography/Divulgação

Rally Dakar começa com Al-Attiyah e Ricky Brabec na frente após prólogo em Jedah

Competição tem etapa de 11 km utilizada somente para definir a ordem de largada para a primeira etapa especial

Redação, Estadão Conteúdo

02 de janeiro de 2021 | 13h32

O Rally Dakar, em sua segunda edição na Arábia Saudita, começou neste sábado com a disputa do prólogo, de apenas 11 km, na cidade de Jedah. O evento serve apenas para definir a ordem de largada para a primeira especial, que será neste domingo. Astro da Toyota, o catariano Nasser Al-Attiyah liderou entre os carros, enquanto que o americano Ricky Brabec teve um ótimo início em sua defesa do título nas motos.

Al-Attiyah, três vezes vencedor do Rally Dakar e príncipe do Catar, foi o mais rápido na parte cronometrada, completando a distância de 11 km em 5min48s. Ele teve o mesmo tempo do sul-africano Brian Baragwanath, que retorna pela primeira vez desde que conquistou duas vitórias em quadriciclos em 2016, mas sairá em primeiro neste domingo.

Nenhum dos dois carros que dominaram o evento do ano passado conseguiram garantir uma colocação nos primeiros lugares, com o francês Stephane Peterhansel e o espanhol Carlos Sainz terminando em 14.º e 28.º, respectivamente. A dupla Marcelo Gastaldi e Lourival Roldan foi a melhor entre os brasileiros, na 21.ª posição. Guiga Spinelli e Youssef Haddad terminaram em 24.º.

Nas motos, Brabec liderou o prólogo com um tempo de 6min01s. O americano foi o último a largar e terminou seis segundos à frente do compatriota Joan Barreda, que admitiu que o Rally Dakar de 2021 poderia ser o seu último. O estreante Daniel Sanders ficou com a terceira colocação, apenas 13 segundos atrás do líder.

O Brasil também disputa o rali nos UTVs. Gustavo Gugelmin, que é o navegador do piloto americano Austin Jones, liderou a sessão deste sábado, com a dupla fazendo o traçado em 6min43s. Na segunda posição, a apenas quatro segundos, ficou a dupla Reinaldo Varela e Maykel Justo. Gugelmin e Varela foram campeões do Rally Dakar em 2018, quando formavam uma parceria.

Após a disputa do prólogo, a caravana do rali deixa Jedah neste domingo e parte para a cidade de Bisha, distante 622 km. Destes, 277 km serão cronometrados.

Tudo o que sabemos sobre:
automobilismoraliRally Dakar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.