Rally Dakar será disputado na Arábia Saudita a partir de 2020

Rally Dakar será disputado na Arábia Saudita a partir de 2020

Mudança acontece após dez edições da competição na América do Sul e 30 na África

EFE, O Estado de S.Paulo

15 de abril de 2019 | 11h25

Há algumas semanas, cresceram as especulações de que o Rally Dakar partiria para o Oriente Médio, a partir das saída de inúmeros países da organização do rali de resistência. Em 2018, Peru, Bolívia e Argentina receberam a competição, mas, neste ano, só o primeiro.

"As desistências nos levaram a ser mais ativos na busca por outros países. Não posso saber como será a economia desses países dentro de um ano, e o Rally Dakar tem a responsabilidade organizar uma prova de qualidade", disse Etienne Lavigne, ex-diretor da disputa, em entrevista concedida à Agência Efe em maio passado.

Além da Arábia Saudita, outras opções que foram avaliadas foram Angola e África do Sul, o que representaria um retorno ao continente africano, onde o Rally Dakar nasceu, em disputa que ia de Paris até a capital do Senegal.

Atual diretor da competição, David Castera destacou as qualidades do novo palco da prova, que conta com o apoio do governo saudita, e prometeu muitas emoções.

"Uma geografia monumental propicia para buscar rotas ousados. Esporte, navegação, superação pessoal se ampliarão nestas regiões feitas para um rali por períodos", garantiu o espanhol.

Tudo o que sabemos sobre:
Rally DakarArábia Saudita [Ásia]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.