Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Recordista em Interlagos, Verstappen descarta chance de vitória

Dono da volta mais rápida da história da pista afirma não crer em possibilidade de bom desempenho em Interlagos

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

08 Novembro 2018 | 16h42

O vencedor da última etapa da Fórmula 1, o holandês Max Verstappen, disse nesta quinta-feira que não acredita em repetir a dose e ganhar o GP do Brasil, em Interlagos, no próximo domingo. Em entrevista coletiva no autódromo, o piloto da Red Bull afirmou não se sentir com chance de ganhar a prova, pois as características da pista não parecem favoráveis ao seu carro.

"Não temos chance. Mesmo com chuva na classificação, por aqui não teremos condição. Vamos tentar fazer o melhor que pudermos, mas sabemos que essa pista e Abu Dabi não são as melhores para nós", disse o piloto. Verstappen venceu neste ano as provas na França e no México. Ele é o quinto na classificação geral, à frente do companheiro de equipe, o australiano Daniel Ricciardo.

Apesar do pessimismo com Interlagos, o piloto se destacou nas duas últimas provas realizadas no Brasil. Em 2016 ele conseguiu ganhar mais de dez posições sob chuva forte e rumou para chegar em terceiro lugar e subir ao pódio. No ano passado, o holandês conseguiu cravar a volta mais rápida da história do circuito e quebrar um recorde que já durava 13 anos e pertencia ao colombiano Juan Pablo Montoya.

Verstappen afirmou que mesmo sem expectativas de bons resultados, gosta de guiar na pista paulistana. "As duas primeiras curvas são muito legais, o miolo também é interessante, por ter curvas com inclinações diferentes. É sempre muito difícil encontrar a linha certa. É um desafio. Vamos dar o nosso melhor", afirmou.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.