Divulgação
Divulgação

Red Bull abandona camuflagem e carro terá pintura tradicional

Escuderia desiste de utilização do modelo apresentado nos testes

Estadão Conteúdo

02 Março 2015 | 12h05

A Red Bull abandonou a camuflagem utilizada durante os testes da pré-temporada e divulgou nesta segunda-feira imagens do carro 2015 da Fórmula 1 com a pintura tradicional, sem surpresas. O azul e o roxo voltaram a predominar no monoposto que será pilotado pelo australiano Daniel Ricciardo e pelo russo Daniil Kvyat nesta temporada.

As cores tradicionais vão substituir o preto e branco utilizado nos carros da equipe durante as três baterias de testes nas últimas semanas, em Jerez de la Frontera e em Barcelona. A pintura "camuflada" fora inspirada no desenho do capacete utilizado por Sebastian Vettel no GP da Itália do ano passado.

O desenho ajudou a Red Bull a esconder inovações na aerodinâmica do novo carro por ter traços que confundiam os rivais. "Não foi a primeira vez que usamos uma pintura alternativa e com certeza não será a última", anunciou a direção da equipe.

"Mas deixamos nossa marca nos últimos dez anos de Fórmula 1 na cor azul escuro. E será no azul escuro que vamos seguir. Foi com esta pintura que alcançamos grandes feitos", divulgou a Red Bull, referindo-se ao tetracampeonato de Sebastian Vettel, entre os anos de 2010 e 2013.

Mais conteúdo sobre:
Fórmula 1 Red Bull velocidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.