Divulgação/Xpb Images/AP
Divulgação/Xpb Images/AP

Red Bull anuncia renovação do mexicano Sergio Pérez para temporada 2022 da F-1

Piloto foi contratado após o final da temporada passada para substituir o tailandês Alexander Albon e superou o alemão Nico Hulkenberg na disputa pela vaga

Redação, Estadão Conteúdo

27 de agosto de 2021 | 11h37

Spa-Francorchamps, Bélgica - Sergio Pérez seguirá com a Red Bull na Fórmula 1 por mais um ano. A equipe austríaca confirmou a renovação do piloto mexicano nesta sexta-feira, pouco antes do início do segundo treino livre para o GP da Bélgica, a 12.ª etapa da temporada, no circuito de Spa-Francorchamps.

Pérez foi contratado pela Red Bull após o final da temporada passada, substituindo o tailandês Alexander Albon, que viveu um ano complicado com o carro da equipe austríaca, sem conseguir entregar os mesmos resultados de seu companheiro de equipe, o holandês Max Verstappen. O mexicano superou ainda o alemão Nico Hulkenberg na disputa pela vaga, sendo o primeiro contratado de fora da Academia da Red Bull desde o australiano Mark Webber, em 2007.

Até aqui, Pérez vive um ano com bons resultados intercalado por provas quase irreconhecíveis. O mexicano venceu o GP do Azerbaijão, nas ruas de Baku, após o abandono de Verstappen e o erro do inglês Lewis Hamilton na relargada, mas teve uma etapa problemática em Silverstone, na Inglaterra. No momento ocupa a quinta posição no Mundial de Pilotos com 104 pontos, enquanto que o holandês é o vice-líder com 187.

"Estou muito feliz por continuar com uma grande equipe como a Red Bull na nova era da Fórmula 1 e é uma ótima oportunidade para mim. Todos começam do zero no próximo ano com o novo regulamento, então meu único objetivo é ir até o topo com a Red Bull", disse Pérez.

"Leva tempo para se acostumar com tudo quando você se junta a uma nova equipe mas as coisas estão indo bem nesta temporada e eu realmente gosto de ser parte da família Red Bull. Estamos dando o nosso melhor para entregar resultados, então é ótimo ver que eles têm fé em mim para o futuro", prosseguiu o mexicano. "Temos muito mais para conquistarmos juntos e temos grandes desafios pela frente neste ano, então espero terminar em alta e manter esse momento para 2022".

Christian Horner, chefe da Red Bull, disse que a experiência de Pérez foi vista como chave para a equipe antes da chegada do novo regulamento. "Checo é alguém muito respeitado e sua experiência e habilidade são valiosas em nossa luta pelo Mundial de Construtores. Sua integração com a equipe foi impecável estamos impressionado por sua performance durante a primeira metade do ano, demonstrando o que é capaz de fazer em nosso carro".

A confirmação de Pérez na Red Bull em 2022 abre caminho ainda para outro anúncio já esperado, de que o francês Pierre Gasly e o japonês Yuki Tsunoda seguirão como pilotos da AlphaTauri, equipe secundária, no próximo ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.