Robert Pratta/Reuters
Robert Pratta/Reuters

Red Bull já diz se contentar em somar pontos em estreia na Austrália

Terminar a corrida do próximo domingo e cruzar a linha de chegada entre os 10 primeiros servirá de incentivo para as etapas seguintes

Agência Estado

12 de março de 2014 | 09h38

MELBOURNE - Maior decepção dos testes de pré-temporada, a Red Bull já acredita que somar pontos na abertura do Mundial de Fórmula 1, no GP da Austrália, será um grande resultado para a equipe. Para a atual tetracampeã, terminar a corrida do próximo domingo e cruzar a linha de chegada entre os 10 primeiros servirá de incentivo para as etapas seguintes da temporada.

"Considerando o inverno que tivemos, acho que, se terminarmos a corrida e iniciarmos a temporada somando pontos, nós não choraremos", afirmou o australiano Daniel Ricciardo, que terá a chance de fazer sua estreia pela equipe em Melbourne logo na corrida diante de seus compatriotas.

Ricciardo se refere ao fraco desempenho da Red Bull nos testes da pré-temporada. A Red Bull foi uma das equipes que menos voltas completou nas pistas da Espanha e do Bahrein em razão de problemas do motor Renault, que não se adaptou bem às mudanças no regulamento técnico.

A participação discreta nas três baterias de testes fez despencar as expectativas em relação ao então favorito Sebastian Vettel, atual tetracampeão da F1. A equipe chegou a ser questionada se teria condições de pelo menos completar a primeira corrida, na Austrália.

Ricciardo não nega o temor de ver a Red Bull abandonar a primeira corrida da temporada. Mas ressalta que a equipe poderá surpreender os rivais, por causa do intenso trabalho realizado pela fábrica nestes últimos dias. "Eu realmente espero que possamos surpreender", disse.

"Desde o último teste no Bahrein o pessoal tem trabalho demais na fábrica. Tenho certeza de que fizeram progresso, mas só saberemos quanto entrarmos na pista na sexta-feira", afirmou o australiano, que não descarta um bom desempenho da Red Bull.

"Se conseguirmos ficar entre os cinco primeiros nos treinos livres de sexta, e repetir este desempenho no sábado, vamos ficar decepcionados se ficarmos apenas entre os 10 primeiros na corrida", comentou, mais otimista. "Mas, hoje, neste momento, seria um resultado muito sólido se colocássemos os dois carros na zona de pontuação".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.