Red Bull promete não interferir na disputa do título

Com Webber e Vettel na briga, escuderia garante que não dará preferência por qualquer um deles

AE, Agência Estado

15 de outubro de 2010 | 12h45

Faltando apenas três etapas para o final da temporada da Fórmula 1, a Red Bull tem seus dois pilotos com boas chances de conquistar o título. Mas a equipe promete não interferir na disputa entre o australiano Mark Webber e o alemão Sebastian Vettel, sem dar preferência para qualquer um deles.

Tradicionalmente na Fórmula 1, as equipes costumam concentrar forças em um de seus pilotos quando chega a reta final da temporada, para poder aumentar as chances de título. No caso de Webber e Vettel, no entanto, não haverá nenhuma privilégio, garante o chefe da Red Bull, Christian Horner.

Webber lidera o campeonato com 220 pontos, enquanto Vettel aparece em terceiro lugar, com 206. Entre eles está o espanhol Fernando Alonso, da Ferrari, que tem os mesmos 206 pontos, mas uma vitória a mais do que o alemão. Além disso, os ingleses Lewis Hamilton e Jenson Button, ambos da McLaren, também brigam pelo título.

"Para o time, é fantástico ter dois pilotos com chances de ser campeão. Como eles estão lutando pelo título mais importante do automobilismo, é claro que existe muita tensão. E nosso papel é fazer com que eles não sintam qualquer desvantagem", afirmou Horner. "Prometo que a equipe não irá interferir na disputa do título."

"Seria errado (interferir na disputa), pois ambos estão no meio da luta pelo título", explicou o chefe da equipe Red Bull, que se recusou a responder qual dos dois pilotos preferia ver como campeão da Fórmula 1. "A única coisa que esperamos é que eles não prejudiquem um ao outro", completou o dirigente.

A próxima etapa da Fórmula 1 acontecerá no dia 24 de outubro, no estreante GP da Coreia do Sul, no recém-construído circuito localizado na cidade de Yeongam. Depois, ainda serão disputadas mais duas corridas na temporada: no Brasil, em 7 de novembro, em Abu Dabi, na semana seguinte.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Red Bull

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.