Hasan Jamali/AP
Hasan Jamali/AP

Red Bull recorre da desclassificação de Ricciardo do GP da Austrália

Australiano terminou a prova no circuito de Melbourne na segunda colocação, mas depois foi desclassificado

Agência Estado

20 de março de 2014 | 11h09

MILTON KEYNES - A Red Bull apresentou nesta quarta-feira um recurso junto à Federação Internacional de Automobilismo (FIA) contra a exclusão de Daniel Ricciaardo do GP da Austrália, disputado no último domingo. O australiano terminou a prova no circuito de Melbourne na segunda colocação, mas depois foi desclassificado.

Após o GP da Austrália, o carro de Ricciardo passou por inspeção técnica. E os especialistas da FIA entenderam que havia irregularidades em relação ao fluxo de combustível, que teria excedido os 100kg/h, estipulados no regulamento técnico da Fórmula 1.

A Red Bull discordou da análise e já havia avisado no domingo que iria recorrer da decisão. "Inconsistências com o medidor de fluxo de combustível da FIA foram predominantes no fim de semana todo no pit lane. A equipe e Renault estão confiantes de que o combustível fornecido ao motor está em plena conformidade com os regulamentos", afirmou a equipe no domingo.

O recurso da Red Bull agora será analisado pela FIA, que ainda vai definir a data de audiência para avaliação e julgamento do caso de Ricciardo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.