Renault analisará motor do carro de Fernando Alonso

Equipe francesa quer descobrir o problema que fez o espanhol abandonar a corrida na Catalunha

Efe,

28 de abril de 2008 | 20h23

A equipe Renault informou que fará uma análise completa do motor do carro do espanhol Fernando Alonso para descobrir qual foi a causa de seu abandono no Grande Prêmio da Espanha de Fórmula 1, no último domingo. O inglês Rob White, engenheiro-chefe da escuderia francesa, explicou que só será possível determinar a causa do problema sabendo o que realmente ocorreu. O francês Denis Chevrier, chefe de operações da Renault, comentou que o problema tomou a equipe de surpresa. "Foi uma falha súbita, que poderíamos saber no máximo meia volta antes. Mas não houve nada que pudéssemos fazer", disse. "Foi uma avaria e devemos saber a causa exata para saber o que é preciso mudar nos próximos motores. Temos de saber o que é preciso fazer no futuro", completou Chevrier. Alonso abandonou o Circuito da Catalunha na volta 34, quando ocupava a quinta colocação. Pouco antes, o brasileiro Nelsinho Piquet, seu companheiro de Renault, também deixou a corrida por problemas no carro.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Fernando AlonsoRenault

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.