Renault se desculpa e aceita pagar indenização a Piquet

Montadora reconhece erro ao acusar o tricampeão de F1 e seu filho de calúnia

Reuters

07 de dezembro de 2010 | 13h34

LONDRES - A equipe Renault de Fórmula 1 pediu desculpas ao tricampeão mundial Nelson Piquet e a seu filho, Nelsinho, nesta terça-feira, e concordou pagar uma indenização por calúnia em consequência da manipulação do Grande Prêmio de Cingapura de 2008.

Em setembro, a Renault tinha publicado um comunicado em seu site em que acusava os brasileiros de terem mentido numa tentativa de suborno.

A disputa entre a Renault e os Piquet começou depois que Nelsinho confessou à Federação Internacional de Automobilismo (FIA) que foi obrigado pela equipe a bater de propósito num muro do circuito de Cingapura para favorecer seu então companheiro de equipe Fernando Alonso a vencer a corrida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.