Renault também opta por conservadorismo

A exemplo da Ferrari, que lançou o carro na última segunda-feira, a Renault também optou pelo conservadorismo no carro da escuderia para a temporada 2004 da Fórmula 1. Lançado nesta quinta-feira em Palermo, a equipe francesa decidiu realizar apenas evoluções no modelo do ano passado para o carro R24 desta temporada. As maiores mudanças foram frutos da mudança de regulamento e o projeto do novo modelo diminuiu o downforce (força do carro para o solo) e o câmbio operado manualmente. Sem novidades no design, a maior expectativa do novo carro da Renault fica por conta do motor RS24, que foi um dos itens mais elogiados e respeitados da equipe em 2003. ´É um carrro que em pouco tempo colocarão entre os três melhores times. Um modelo para lutar pelo título´, explicou o porta-voz Patrick Faure. Já o piloto espanhol Fernando Alonso, após guiar o modelo R24, disse que o antigo carro pode ser esquecido: ?o carro não é tão diferente em termos de manobrabilidade. Mas o novo motor tem muito mais torque e bem mais potência. Não tenho dúvidas, o carro do ano passado pode ser esquecido".

Agencia Estado,

29 de janeiro de 2004 | 12h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.