Reunião decidirá futuro da Super Aguri na Fórmula 1

Equipe japonesa participou do GP da Espanha, neste fim de semana, graças ao apoio da Honda

28 de abril de 2008 | 12h23

A escuderia japonesa Super Aguri terá sua presença no restante do Mundial da Fórmula 1 definida nesta quarta-feira, 30, numa reunião entre seus proprietários e a Honda, fabricante de seus motores. A equipe, que tem o japonês Takuma Sato e o inglês Anthony Davidson como pilotos oficiais, não conseguiu acertar patrocínio com dois grupos investidores e pode ficar sem dinheiro para correr.  A escuderia conseguiu participar do Grande Prêmio da Espanha, neste fim de semana, graças ao apoio da Honda - porém, segundo o ex-piloto japonês Aguri Suzuki, dono da equipe, a ajuda não continuará.

Tudo o que sabemos sobre:
Super Aguri

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.