Geert Vanden Wijngaert / AP Photo
Geert Vanden Wijngaert / AP Photo

Ricciardo mira despedida com 'muito amor' pela Red Bull no GP de Abu Dabi

Australiano vai pilotar o carro da Renault na próxima temporada

Estadão Conteúdo

20 de novembro de 2018 | 17h50

Após dez anos fazendo parte da família Red Bull e cinco pilotando pela equipe de Fórmula 1 que tem este nome, Daniel Ricciardo fará sua última corrida pela escuderia no GP de Abu Dabi, neste domingo, antes de ingressar na Renault na próxima temporada.

"Abu Dabi marca o final de cinco anos com a equipe e 10 anos com a própria Red Bull. Tenho certeza de que vai ser emocional depois, especialmente quando eu cruzar a linha de chegada pela última vez com a equipe. Mas eu estou indo para lá amando, mostrando muito amor. Espero que o amor me mostre de volta e eu possa jogar champanhe falso (sem álcool no pódio, pois em Abu Dabi é proibido o consumo de bebidas alcoólicas em público) no domingo, o que seria uma despedida apropriada", revelou o piloto de 29 anos, que entre 2011 e 2013 defendeu a Toro Rosso, equipe satélite da Red Bull.

Uma boa maneira de se despedir do time britânico seria a conquista do pódio no circuito de Yas Marina neste próximo final de semana. "Abu Dabi sempre foi uma boa pista para mim e eu gosto de ir para lá. Ainda estou para conseguir um pódio em Abu Dabi, mas isso seria uma ótima maneira de terminar minha temporada com a Red Bull e terminar a temporada. Ter uma corrida de crepúsculo é sempre legal, o tempo é bom. Eu amo o terceiro setor, é a minha parte favorita da pista, com certeza, através do hotel e tudo isso é muito divertido", reforçou Ricciardo.

Com o desejo de buscar novos desafios em uma equipe diferente na Fórmula 1, o australiano anunciou sua saída da Red Bull em agosto, durante as férias de verão da categoria, quando também confirmou que vai se transferir para a Renault.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.