Maxim Shemetov / Reuters
Maxim Shemetov / Reuters

Ricciardo prevê Mercedes dominante na reta final da temporada da F-1

Piloto australiano projeta briga entre a Red Bull e a Ferrari nas últimas corridas de 2018

Estadão Conteúdo

02 Outubro 2018 | 10h58

O forte rendimento da Mercedes no GP da Rússia de Fórmula 1, no fim de semana, surpreendeu a Red Bull. Até então sem conseguir se impor, como fez nos últimos anos, o time dominou o fim de semana, com uma dobradinha no pódio entre o inglês Lewis Hamilton e o finlandês Valtteri Bottas. Para o australiano Daniel Ricciardo, o resultado foi uma amostra do que a equipe rival vai exibir na reta final da temporada.

Ricciardo previu o domínio da Mercedes ao fazer projeções sobre o desempenho das equipes para o GP do Japão, no próximo fim de semana. "Nosso ritmo na Rússia foi encorajador e, embora a Mercedes pareça muito forte em qualquer circuito, e acho que eles permanecerão fortes até o fim do ano, nós estávamos muito perto da Ferrari", afirma o australiano.

Ricciardo admite que a Red Bull vai brigar com a Ferrari para ser a segunda força no Japão. "Se a Mercedes continuar a ser o time a ser batido, aí brigaremos com a Ferrari por um lugar no pódio. O tempo vai dizer se teremos a pressão aerodinâmica necessária em Suzuka", comenta.

O australiano quer repetir no fim de semana o primeiro pódio que obteve na prova japonesa, no ano passado. "Conquistei meu primeiro pódio no Japão em 2017 e a minha meta é provar novamente o sabor do champagne neste ano", avisa Ricciardo, sexto colocado no GP russo, no domingo.

O piloto da Red Bull ocupa a mesma posição na classificação geral do campeonato, com 134 pontos. Ele está logo atrás do holandês Max Verstappen, seu companheiro de equipe, que é o quinto colocado, com 158.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.