Hamad I Mohammed/Reuters
Hamad I Mohammed/Reuters

Rio de Janeiro vai enviar representante ao GP de Mônaco para negociar com a Fórmula 1

De olho em virar sede do GP do Brasil, cidade promove também jantar para diretora da categoria

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

16 de maio de 2019 | 17h07

Os empresários do consórcio Rio Motorsport, responsável pelo projeto do novo autódromo do Rio de Janeiro, vão se reunir na próxima semana com o chefe da Fórmula 1, Chase Carey, para avançar na tentativa de fazer a cidade ser a futura sede do GP do Brasil. O encontro está marcado para Mônaco, onde a categoria realiza no domingo, dia 25, a sexta etapa da temporada.

O diretor executivo do Rio Motorsport, JR Pereira, embarca para a Europa na próxima semana para o primeiro encontro com Carey depois de o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, assinar um termo de compromisso para a construção de novo autódromo e demonstrar apoio à entrada do Rio no calendário da Fórmula 1. O chefe da categoria conheceu detalhes do projeto da pista carioca em novembro do ano passado, quando viajou à capital fluminense logo depois do GP do Brasil.

Para o mês de junho está prevista uma outra reunião de Carey sobre o GP do Brasil de Fórmula 1. Dessa vez o dirigente virá para São Paulo, onde vai se encontrar com o prefeito da cidade, Bruno Covas. O objetivo da reunião será avançar na negociação para renovar o contrato de realização da prova em Interlagos. O acordo atual é válido somente até 2020.

O plano carioca de receber a Fórmula 1 consiste em viabilizar a construção de um novo autódromo em Deodoro. O projeto aprovado pela prefeitura foi elaborado pelo consórcio Rio Motorsport e prevê um investimento de R$ 700 milhões com recursos privados e a concessão do espaço por 30 anos. A pista foi desenhada pelo arquiteto alemão Hermann Tilke e teria uma estrutura para receber 130 mil pessoas.

Nesta quinta-feira desembarcou no Rio de Janeiro a diretora de promoções e eventos da Fórmula 1, Chloe Targett-Adams. Conhecida no meio do automobilismo como a "diplomata" da categoria, ela veio diretamente de Amsterdã, onde participou no início desta semana de eventos que marcaram a confirmação da presença da Holanda no calendário da categoria no próximo ano.

Na noite desta quinta, Chloe será recebida em um jantar no Hotel Copacabana Palace pelo governador do Rio, Wilson Witzel, e pelo prefeito da cidade, Marcelo Crivella. Também vão participar do encontro representantes do consórcio e empresários interessados no novo empreendimento. O intuito é apresentar à dirigente os planos para avançar na concretização do autódromo, que seria erguido em um antigo terreno do Exército no bairro de Deodoro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.