Rio quer substituir Bélgica no calendário da Fórmula 1

Se depender do prefeito do Rio, César Maia, o Brasil terá duas etapas do campeonato de Fórmula 1 em 2006. Nesta quinta-feira, em entrevista publicada pela agência EFE, ele anunciou que pretende organizar um Grande Prêmio no circuito de Jacarepaguá, em substituição à prova da Bélgica, que foi excluída oficialmente na última quarta do calendário da categoria."Após receber a notícia do cancelamento da prova da Bélgica, estou me colocando à disposição para fazer um GP aqui no Rio de Janeiro", avisou César Maia.Para ele, a prefeitura teria tempo suficiente para fazer as reformas no autódromo que seriam exigidas pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA). Afinal, a prova no Rio só ocorreria em setembro - data que estava reservada para o GP da Bélgica."Se vai ser aceito é outra questão. Mas já ordenei ao secretário dos Jogos Pan-Americanos (Ruy César) para informar aos organizadores da Fórmula 1 o nosso interesse", contou o prefeito.Se a proposta do Rio for aceita, além do GP de São Paulo - que será a última etapa da temporada 2006 e está previsto para acontecer em outubro, no circuito de Interlagos -, o Brasil passaria a ter uma outra prova.De 1972 a 1980, o GP do Brasil era disputado em Interlagos - exceção feita a 1978, quando a prova aconteceu em Jacarepaguá. A partir de 1981, a corrida passou a acontecer no Rio. Mas voltou para São Paulo em 1990 e está lá desde então.César Maia revelou que a FIA já deu o aval para o atual traçado do autódromo de Jacarepaguá e que agora é só esperar por um pronunciamento oficial da entidade. Outros países já celebraram duas ou mais provas da Fórmula 1 em uma mesma temporada, como Itália e Alemanha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.