Rivais contratam técnicos da Ferrari

Se não dá para copiar a Ferrari F2002, pela complexidade das soluções e integração máxima dos vários sistemas dos carros de Fórmula 1 de hoje, então o negócio é oferecer um caminhão de dinheiro para quem trabalhou na sua concepção, a fim de convencê-los a mudar de equipe. E é o que Williams e McLaren estão fazendo. Não contrataram o coordenador do projeto, o sul-africano Rory Byrne, mas técnicos do segundo escalão, conhecedores também de muitos de seus segredos.Leia mais no Estadão

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.