Luca Bruno/AP - 28/8/2010
Luca Bruno/AP - 28/8/2010

Robert Kubica mostra evolução e se prepara para deixar hospital

Internado desde 6 de fevereiro, piloto polonês poderá receber alta dentro de dez dias

AE, Agência Estado

21 de abril de 2011 | 11h47

Internado desde o dia 6 de fevereiro, quando sofreu um grave acidente no Rali Ronde di Andora, na Itália, o piloto polonês Robert Kubica revelou nesta quinta-feira que deve deixar o hospital dentro de 10 dias. Ainda não há qualquer previsão sobre seu retorno à Fórmula 1, mas ele comemorou a sua boa recuperação.

Kubica sofreu sérios ferimentos no lado direito do corpo, atingindo principalmente a mão, o braço e a perna. Diante disso, passou por várias cirurgias. E está internado desde então no Hospital Santa Corona, na cidade de Pietra Liguria, na Itália. Agora, porém, está pronto para receber alta, apesar de ainda ter um longo tratamento de fisioterapia pela frente.

"Estou começando a me sentir muito bem agora. Minha recuperação está caminhando na direção correta: minha força e peso estão aumentando a cada dia e, como resultado disso, vou deixar o hospital brevemente", contou Kubica, em entrevista publicada nesta quinta-feira no site da Renault, sua equipe na Fórmula 1.

"A mobilidade da minha mão é limitada, mas isso é normal neste tipo de situação. Mas as coisas estão definitivamente melhorando dia após dia", revelou Kubica, que pretende voltar para casa em Mônaco quando deixar o hospital "dentro de 10 dias". Ele lembrou, no entanto, que irá logo depois para a Itália, onde fará a fisioterapia.

Kubica aproveitou a oportunidade para agradecer o carinho que tem recebido dos fãs do mundo inteiro. "Eu não sabia que tinha tanta gente torcendo por mim. Esse apoio me ajudou bastante. Estou muito lisonjeado com isso e prometo que, quando voltar (à Fórmula 1), darei o meu melhor na pista", afirmou o polonês de 26 anos.

Considerado um dos grandes pilotos da Fórmula 1 na atualidade, Kubica foi substituído pelo alemão Nick Heidfeld na Renault. Mas, mesmo hospitalizado, ele disse que acompanhou as três etapas já realizadas na temporada (Austrália, Malásia e China). E tratou de elogiar a performance da equipe. "Foi um grande começo. O pessoal está fazendo um grande trabalho", elogiou o polonês.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Robert Kubica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.