Rosberg é mais rápido em teste da Fórmula 1 em Jerez

Alemão fez 1min20s927, na primeira hora do treino, com pista seca; Virgin foi à pista pela primeira vez

AE, Agência Estado

10 de fevereiro de 2010 | 15h29

Divulgação/Mercedes

Nico Rosberg contorna curva do circuito de Jerez de la Frontera no treino desta quarta, antes da chuva

JEREZ DE LA FRONTERA, Espanha - O alemão Nico Rosberg, da Mercedes, foi o piloto mais rápido no primeiro dia de testes coletivos da Fórmula 1 no circuito de Jerez de la Frontera, na Espanha. Os dez pilotos que testaram nesta quarta-feira foram atrapalhados pela chuva nas duas sessões.

Rosberg completou sua melhor volta em 1min20s927. O tempo foi registrado na primeira hora do treino, quando ainda não chovia em Jerez. O suíço Sebastien Buemi foi apenas 104 milésimos mais lento que o companheiro de Michael Schumacher na Mercedes e terminou o dia na segunda colocação.

O alemão Nico Hulkenberg, que correrá ao lado de Rubens Barrichello na equipe Williams nesta temporada, foi o terceiro piloto mais rápido nessa quarta-feira. Na segunda vez em que testou pela Ferrari, o espanhol Fernando Alonso ficou na quarta colocação.

A Red Bull, que apresentou seu novo carro nesta quarta-feira, não teve um bom dia de testes. O australiano Mark Webber teve um motor quebrado e registrou apenas o nono melhor tempo do dia, à frente apenas do alemão Timo Glock, que foi o primeiro piloto a testar com a Virgin, que faz nessa temporada a sua estreia na Fórmula 1.

 FÓRMULA 1 2010 - TREINOS LIVRES 

 JEREZ DE LA FRONTERA - MELHORES TEMPOS - DIA 1

 1.º - Nico Rosberg (ALE/Mercedes), 1min20s927

 2.º - Sebastien Buemi (SUI/Toro Rosso), 1min21s031

 3.º - Nico Hulkenberg (ALE/Williams), 1min22s243

 4.º - Fernando Alonso (ESP/Ferrari), 1min22s895

 5.º - Kamui Kobayashi (JAP/Sauber), 1min23s787

 6.º - Jenson Button (ING/McLaren), 1min24s947

 7.º - Vitantonio Liuzzi (ITA/Force India), 1min24s968

 8.º - Vitaly Petrov (RUS/Renault), 1min25s440

 9.º - Mark Webber (AUS/Red Bull), 1min26s502

 10.º - Timo Glock (ALE/Virgin), 1min38s734

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.