Caren Firouz/Reuters
Caren Firouz/Reuters

Rosberg é o mais rápido no Bahrein, com Alonso em 2.º

Surpresa do segundo treino livre da F-1, além da ascensão do espanhol, é queda da dupla da Brawn GP

Redação

24 de abril de 2009 | 09h33

SÃO PAULO - Nico Rosberg é o 'leão de treinos' da Fórmula 1. O alemão fez mais uma vez o melhor tempo de uma sessão de treinos livres - no caso, na segunda parte - e confirma a velocidade de sua Williams neste começo de temporada, em uma volta. A surpresa é a reação de Fernando Alonso, da Renault, o segundo mais rápido, e a queda da Brawn GP, com Jenson Button em 6.º e Rubens Barrichello em 9.º.

Veja também:

linkLewis Hamilton é o mais rápido no 1º treino livre

linkBriatore: 'Mundial de F-1 começa no Bahrein'

tabela F-1: classificação do Mundial

especialConfira o calendário da temporada

especialESPECIAL: jogue o Desafio dos Pilotos

O fato de não estar entre os primeiros nos treinos livres, porém, não significa que o líder e o vice-líder do Mundial de Pilotos não conseguirão brigar pela vitória e pela pole position no treino classificatório deste sábado (às 8 horas, com TV Globo). O que acontece é que as outras equipes demonstram alguma reação e estão encostando. Prova é que a Red Bull, de Sebastian Vettel e Mark Webber (campeão e vice do GP da Malásia, domingo passado) ficaram à frente, com 4.º e 5.º lugares. Jarno Trulli, da Toyota, dono do terceiro melhor tempo, mais uma vez está entre os melhores.

Todos os pilotos foram à pista e deram pelo menos 23 voltas - caso de Giancarlo Fisichella, da Force India. O principal problema novamente é a aderência com os pneus, seja os considerados duros - que demoram para aquecer e chegar à temperatura ideal - ou os moles - que desgastam rapidamente - e seguram bastante a sujeira da pista. Felipe Massa chegou a reclamar, via rádio, do problema com seus engenheiros da Ferrari.

O brasileiro, inclusive, mais uma vez ficou longe de conseguir tempos próximos dos mais rápidos (foi o 16.º). Nem ele nem seu companheiro Kimi Raikkonen (18.º) conseguiram ficar entre os melhores. O inglês Lewis Hamilton, da McLaren, melhor da primeira sessão, desta vez foi apenas o 11.º colocado.

ESTACIONADO

Se Alonso desmonstrou ascensão com sua Renault, o mesmo ainda não se pode dizer de Nelsinho Piquet. Mesmo com novos componentes em seu carro, ele ficou longe dos melhores tempos e ainda teve problemas como quebrar a asa do bico dianteiro ao passar por cima de uma zebra na parte interna do circuito. Seu tempo da manhã e tarde foram parecidos, sendo o segundo apenas 563 centésimos melhor.

Os melhores tempos da segunda sessão de treinos no Bahrein:

1.º - Nico Rosberg (ALE/Williams), 1min33s339 (36 voltas)

2.º - Fernando Alonso (ESP/Renault), 1min33s530 (25)

3.º - Jarno Trulli (ITA/Toyota), 1min33s616 (37)

4.º - Sebastian Vettel (ALE/Red Bull), 1min33s661 (29)

5.º - Mark Webber (AUS/Red Bull), 1min33s676 (32)

6.º - Jenson Button (ING/Brawn GP), 1min33s694 (35)

7.º - Adrian Sutil (ALE/Force India), 1min33s763 (30)

8.º - Timo Glock (ALE/Toyota), 1min33s764 (37)

9.º - Rubens Barrichello (BRA/Brawn GP), 1min33s885 (30)

10.º - Kazuki Nakajima (JAP/Williams), 1min33s899 (36)

11.º - Lewis Hamilton (ING/McLaren), 1min33s994 (30)

12.º - Giancarlo Fisichella (ITA/Force India), 1min34s025 (23)

13.º - Sebastien Buemi (SUI/Toro Rosso), 1min34s127 (37)

14.º - Sebastien Bourdais (FRA/Toro Rosso), 1min34s366 (26)

15.º - Nelsinho Piquet (BRA/Renault), 1min34s411 (29)

16.º - Felipe Massa (BRA/Ferrari), 1min34s564 (34)

17.º - Robert Kubica (POL/BMW Sauber), 1min34s605 (31)

18.º - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari), 1min34s670 (28)

19.º - Heikki Kovalainen (FIN/McLaren), 1min34s764 (35)

20.º - Nick Heidfeld (ALE/BMW Sauber), 1min34s790 (33)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.