Andrej Isakovic/AFP
Andrej Isakovic/AFP

Rosberg fatura a pole na Rússia; brasileiros ficam fora do Top 10

Felipe Massa fica apenas em 15º no treino classificatório para GP

Estadão Conteúdo

10 de outubro de 2015 | 10h37

Em um fim de semana atribulado em Sochi, Nico Rosberg soube tirar proveito do pouco tempo em que ficou na pista para desbancar os rivais, incluindo o companheiro de Mercedes Lewis Hamilton, e buscar a primeira colocação no grid do GP da Rússia de Fórmula 1, neste sábado. Sem enfrentar maior resistência do líder do campeonato, o alemão faturou sua terceira pole position da temporada. O finlandês Valtteri Bottas, da Williams, vai largar em terceiro.

Os brasileiros tiveram desempenho abaixo do esperado no Autódromo de Sochi, com Felipe Nasr ficando à frente do compatriota Felipe Massa. O piloto da Sauber vai largar em 12º, enquanto o mais experiente sairá do 15º posto, 12 posições atrás do companheiro Bottas.

O treino deste sábado foi marcado pela precaução dos pilotos em razão do pouco tempo que tiveram para rodar no traçado do Autódromo de Sochi. Todas as sessões do GP da Rússia foram marcados por imprevistos, que reduziram ou esvaziaram as atividades, seja por chuva ou até por um inesperado vazamento de óleo de um caminhão de limpeza na pista.

Neste sábado, o imprevisto surgiu em forma de susto. O espanhol Carlos Sainz Jr. bateu forte contra a barreira de proteção e foi encaminhado ao hospital de helicóptero, o que obrigou os organizadores a finalizar o treino quando ainda faltavam 25 minutos de sessão. O piloto da Toro Rosso passa bem, não participou da sessão classificatória, mas revelou desejo de correr no domingo. Caso isso aconteça, ele terá que iniciar a prova dos boxes.

A falta de rodagem no traçado russo trouxe consequências principalmente para os experientes Massa e Fernando Alonso. O espanhol da McLaren foi batido por Nasr nos instantes finais do Q1, a fase inicial da sessão de classificação, e não conseguiu avançar no treino. Além disso, como foi punido na última sexta-feira por mudanças no seu motor, vai largar da 19ª posição.

Companheiro de equipe de Alonso, o inglês Jenson Button alcançou o Q2 e obteve o 13º lugar. Massa, por sua vez, cometeu um erro no Q2 e, em seguida, ficou preso no tráfego, sem conseguiu registrar voltas mais rápidas. Enquanto isso, Nasr seguia exibindo boa performance até conquistar o 12º lugar. O sueco Marcus Ericsson, o outro piloto da Sauber, foi apenas o 17º, sendo eliminado ainda no Q1 - ele ganhou uma posição no grid por causa da punição a Alonso.

Na disputa pela pole position, Rosberg não teve problemas para cravar o melhor tempo. Hamilton, ao tentar buscar a primeira colocação, cometeu erro e acabou desistindo da disputa. Foi mais cedo para os boxes porque já tinha tempo suficiente para garantir o segundo lugar.

Os finlandeses Valtteri Bottas, da Williams, e Kimi Raikkonen, da Ferrari, chegaram a se alternar nas primeiras posições, mas o primeiro levou a melhor e obteve o terceiro tempo, deixando para trás os dois carros da Ferrari.

O alemão Sebastian Vettel registrou o quarto tempo, seguido de perto por Raikkonen. O alemão Nico Hülkenberg e o mexicano Sergio Pérez, ambos da Force India, o francês Romain Grosjean, o holandês Max Verstappen e o australiano Daniel Ricciardo completam, em ordem, a relação dos dez primeiros colocados do grid.

A corrida no Autódromo de Sochi tem largada marcada para as 8 horas (horário de Brasília) deste domingo.

Confira o grid de largada do GP da Rússia:

1º - Nico Rosberg (ALE/Mercedes), 1min37s113 

2º - Lewis Hamilton (ING/Mercedes), 1min37s433 

3º - Valtteri Bottas (FIN/Williams), 1min37s912 

4º - Sebastian Vettel (ALE/Ferrari), 1min37s965 

5º - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari), 1min38s348 

6º - Nico Hülkenberg (ALE/Force India), 1min38s659 

7º - Sergio Pérez (MEX/Force India), 1min38s691 

8º - Romain Grosjean (FRA/Lotus), 1min38s787 

9º - Max Verstappen (HOL/Toro Rosso), 1min38s924 

10º - Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull), 1min39s728 

11º - Daniil Kvyat (RUS/Red Bull), 1min39s214 

12º - Felipe Nasr (BRA/Sauber), 1min39s323 

13º - Jenson Button (ING/McLaren), 1min39s763 

14º - Pastor Maldonado (VEN/Lotus), 1min39s811 

15º - Felipe Massa (BRA/Williams), 1min39s895

16º - Marcus Ericsson (SUE/Sauber), 1min40s660 

17º - Will Stevens (ING/Marussia), 1min43s693 

18º - Roberto Merhi (ESP/Marussia), 1min43s804

19º - Fernando Alonso (ESP/McLaren), 1min40s144 

20º - Carlos Sainz Jr. (ESP/Toro Rosso), sem tempo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.