Luca Bruno/AP
Luca Bruno/AP

Rosberg termina sexta-feira na frente nos treinos no Bahrein

Primeiro treino foi dominado pela Ferrari, mas Mercedes se recupera

Estadão Conteúdo

17 de abril de 2015 | 14h21

Após ser coadjuvante no primeiro treino livre do GP do Bahrein, ficando fora até mesmo da lista dos dez primeiros colocados, a Mercedes voltou a exibir a sua superioridade na segunda atividade desta sexta-feira no circuito de Sakhir e conseguiu uma "dobradinha". E quem se deu melhor foi o alemão Nico Rosberg, que fechou o dia como o piloto mais rápido no começo das atividades da quarta etapa da temporada 2015 da Fórmula 1.

Em busca de uma reação no campeonato e tentando deixar para trás a polêmica da prova anterior, o GP da China, no último domingo, quando criticou o comportamento do inglês Lewis Hamilton, Rosberg liderou o segundo treino livre ao registrar o tempo de 1min34s647, o melhor desta sexta no circuito de Sakhir.

Assim, aumentou a esperança de repetir o que conseguiu nas duas edições anteriores do GP do Bahrein, quando foi o pole position. Será isso que Rosberg tentará repetir neste sábado, quando ocorrerá o treino de classificação, às 12 horas (de Brasília), o mesmo horário do início da prova no domingo.

Companheiro de equipe de Rosberg e líder do Mundial de Pilotos, Hamilton completou a "dobradinha" da Mercedes nesta sexta-feira, em segundo lugar, com o tempo de 1min34s762. E ele poderia até ter sido mais rápido do que o alemão, caso não tivesse cometido um erro em uma volta lançada quando estava com os pneus macios.

Após liderar o primeiro treino livre, a Ferrari acabou sendo suplantada pela Mercedes, mas voltou a mostrar que tem o segundo carro mais rápido da Fórmula 1 nesse momento. Assim, na segunda atividade do dia no circuito de Sakhir, o finlandês Kimi Raikkonen, o mais rápido do primeiro treino, dessa vez ficou em terceiro lugar, com o tempo de 1min35s174, seguido por seu companheiro de equipe, o alemão Sebastian Vettel, que ficou em quarto lugar ao marcar 1min35s277.

Os carros da Ferrari foram seguidos por Valtteri Bottas, que assegurou o quinto lugar com 1min35s280. Assim como havia acontecido no primeiro treino livre, o finlandês foi mais rápido do que Felipe Massa, o seu companheiro de equipe na Williams. O brasileiro terminou a sexta apenas na décima posição, com o tempo de 1min35s884.

O australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull, ficou em sexto lugar no segundo treino livre, à frente do venezuelano Pastor Maldonado, da Lotus. Já o brasileiro Felipe Nasr, da Sauber, voltou a se colocar entre os dez primeiros colocados, terminando o dia em oitavo lugar, com 1min35s793, seguido do russo Daniil Kvyat, da Red Bull.

Ainda que fora do grupo dos dez primeiros colocados, ao contrário do que havia acontecido no primeiro treino livre, o espanhol Fernando Alonso voltou a indicar que a McLaren está, aos poucos evoluindo, e concluiu a sexta em 12º lugar. Já o inglês Jenson Button, seu companheiro de equipe, voltou a ter problemas e ficou na penúltima posição na segunda atividade no circuito de Sakhir.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.