Alberto Estévez/Reuters
Alberto Estévez/Reuters

Rosberg 'voa' nos testes e confirma Mercedes como favorita em 2015

Piloto alemão foi um segundo mais rápido que a Williams

Estadão Conteúdo

27 de fevereiro de 2015 | 15h53

A Mercedes deu uma grande demonstração de força nesta sexta-feira. No segundo dia da última bateria de testes que precedem o início do Mundial de Fórmula 1, a atual campeã cravou o melhor tempo de toda a pré-temporada com Nico Rosberg, no Circuito da Catalunha, em Barcelona. O alemão foi mais de um segundo mais rápido que o segundo do dia, o finlandês Valtteri Bottas, da Williams. O brasileiro Felipe Nasr, da Sauber, foi o terceiro mais veloz.

Correndo com pneus macios pela primeira vez na pré-temporada, Rosberg dominou a tabela de tempo desde o início. Numa série de 106 voltas, ele emplacou uma sequência de boas marcas até registrar 1min22s792, contra 1min23s995 de Bottas. Para efeito de comparação, Rosberg foi dois segundos e meio mais rápido que a pole position obtida pelo companheiro Lewis Hamilton no GP da Espanha, disputado no mesmo Circuito da Catalunha, em 2014.

A nova marca confirmou a condição de favorita da Mercedes para a temporada 2015. A equipe já vinha mostrando bom rendimento nos últimos testes, principalmente quando o mesmo Rosberg anotou 1min24s321 com os pneus médios, ficando muito perto dos rivais, que corriam com compostos macios.

Bottas foi quem mais se aproximou do alemão. Em 90 voltas, seu melhor resultado foi 1min23s995, ainda abaixo do melhor tempo da Williams, cravado por Felipe Massa, na quinta, com 1min23s500. O brasileiro volta à pista catalã no teste deste sábado. Bottas fechará as atividades da equipe no domingo.

Em terceiro lugar nesta sexta, Nasr anotou 1min24s071. Com pneus macios, foi mais veloz que o companheiro de Sauber, Marcus Ericsson, com 1min24s276, no teste de quinta-feira. O brasileiro foi o segundo com maior quilometragem do dia, completando 141 voltas. Só não correu mais que Sebastian Vettel, com 143. O piloto da Ferrari anotou o quarto tempo do dia, com 1min25s339.

Enquanto a Mercedes surpreendia os adversários, a McLaren esboçava os primeiros sinais de reação nesta pré-temporada. Depois de seguidos problemas mecânicos e técnicos, a equipe conseguiu completar 101 voltas no traçado espanhol, com Jenson Button. O inglês fez a quinta marca desta sexta-feira, com 1min25s590.

Antes de obter esta quilometragem, Button levou um susto quando saiu da pista entre as curvas 7 e 8, exigindo bandeiras vermelhas no circuito pela segunda vez no dia. A primeira havia sido com o russo Daniil Kvyat, que deixou a pista em razão de um problema hidráulico em sua Red Bull. Depois, anotou o oitavo tempo do dia.

Outra atração do dia foi o alemão Nico Hülkenberg. Com ele, a Force India foi para a pista pela primeira vez nesta pré-temporada. Depois de considerável atraso, a equipe conseguiu mandar para a pista o modelo VJM08. O alemão deu 77 voltas na pista e não passou do nono e último lugar do dia, com 1min28s412, quase seis segundos acima do melhor tempo do dia, registrado por Rosberg. Completaram as atividades desta sexta o venezuelano Pastor Maldonado, com o sexto tempo, o holandês Max Verstappen, em sétimo.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1testesRosbergNasr

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.