Rossi sob ameça de anarquistas

Valentino Rossi, campeão mundial da categoria MotoGP do Mundial de Moto, recebeu ameaças de um grupo anarquista que intima o piloto a renunciar ao patrocínio da empresa de petróleo Repsol-YPF. Em caso negativo, "pagaria as conseqüências". A ameaça estava em um pacote-bomba dirigido à Ibéria e interceptado no aeroporto de Malpensa, de Milão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.