Rossi vence pela oitava vez na MotoGP

Uma distração de um átimo de segundo custou caro ao espanhol Sete Gibernau: na última volta, ele olhou para a equipe, que já comemorava, errou a tomada da curva e foi ultrapassado na última volta pelo italiano Valentino Rossi, vencedor do GP da Alemanha de Moto GP, disputado hoje em Hohenstein-Ernsthal. Rossi (Yamaha), que ganhou seu 76.º GP, terminou a prova com o tempo de 35min4seg434, e disparou na liderança do Mundial, a sete provas do final da temporada. Gibernau (Honda), o segundo colocado, só faltou chorar ao tentar explicar o erro: "Foi tudo muito estranho. Eu passava pela linha de chegada, vi a euforia de minha equipe e me distraí um segundo", lamentou. Vencedor de oito das dez provas da temporada, Rossi agradeceu o presente de Gibernau: "Ele fez uma grande prova, mas cometeu um erro e me facilitou as coisas", disse o italiano. Como conseqüência, Rossi disparou ainda mais na liderança do campeonato. Com 211 pontos, o italiano tem quase o dobro do vice-líder da competição, o italiano Marco Melandri, com 107. O pole position da prova, o norte-americano Nicky Hayden, terminou em terceiro lugar. O brasileiro Alexandre Barros, da Honda, largou na terceira posição e chegou em quinto lugar. Com 90 pontos, Barros está em sexto lugar na classificação de pilotos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.