Duda Bairros / Vicar
Duda Bairros / Vicar

Rubens Barrichello domina etapa da Stock Car em Goiânia e chega em primeiro nas duas provas do dia

Experiente piloto confirma o favoritismo do fim de semana e vence as duas corridas no Autódromo Internacional Ayrton Senna; agora são oito bandeiradas em Goiás na conta do ex-F-1

Paulo Chacon, Especial para Estadão

20 de março de 2022 | 16h39

Rubens Barrichello dominou o domingo na etapa de Goiânia da Stock Car. Depois de ser o carro mais rápido no treino classificatório, Rubinho venceu as duas corridas da categoria na capital de Goiás, chegando a oito vitórias na carreira no Autódromo Internacional Ayrton Senna. Essa é a segunda vez na história da Stock Car que um mesmo piloto vence as duas provas em Goiânia. Rubinho virou o Rei de Goiás na Stock. 

"Foi meu melhor fim de semana na Stock Car. O público sabe que gosto de mexer no carro e dessa vez foi a que eu e a equipe menos arrumamos. O carro estava pronto. O pessoal estava indo muito forte e as coisas se encaixaram. Tinha a questão do combustível, que o safety car no fim da segunda corrida ajudou. Meus filhos falam que ficam com vergonha de eu chorar tanto, mas não tem como. É emoção demais", comentou Rubinho após a prova.

Como foi a primeira corrida

Logo na largada, o safety car teve de entrar em ação. Apesar de uma disputa limpa pelas primeiras posições, um acidente envolvendo o carro de Gianluca Petecof fez com que o veículo de segurança fosse acionado, ainda na primeira volta, para que a pista fosse limpa. 

No reinício da disputa, Rubens Barrichello manteve a ponta e, mais uma vez, o safety car apareceu no asfalto. O carro de Allam Khodair acabou perdendo potência e ficou parado no meio da pista. Além disso, Ricardo Maurício foi tocado por Nelsinho Piquet e teve de ir para os boxes. 

Na terceira largada do dia, Barrichello soube usar a experiência e, logo nos primeiros metros, abriu uma vantagem na ponta em relação aos demais. Com o passar do tempo, o experiente piloto passou a dominar totalmente a etapa e se distanciou ainda mais dos demais pilotos. Não havia como pegá-lo mais. 

Atrás de Barrichello, Cesar Ramos e Matías Rossi disputaram a segunda colocação na maior parte do tempo. Contudo, usando a mesma estratégia de Rubinho na corrida, Ramos se colocou em vantagem e ficou com o segundo posto. Nos minutos finais, César partiu para cima do líder da pista e assustou o experiente piloto. Contudo, Rubinho usou o botão de ultrapassagem no momento certo e abriu uma distância, garantindo a vitória. Na parte final da corrida, Julio Campos conseguiu as ultrapassagens e fechou a primeira corrida com o terceiro lugar. 

Como foi a segunda corrida

Na segunda corrida do dia, por conta do regulamento da Stock Car, existe uma inversão de posição entre os dez primeiros colocados em relação à primeira prova. Com isso, o 1º larga em 10º, o 2º em 9º, o 3º em 8º, o 4º em 7º e o 5º em 6º. Isso torna as condições dos pilotos e carros mais animadoras. 

Desta forma, Denis Navarro e Gaetano de Mauro formaram a primeira fila da segunda corrida e, assim como aconteceu anteriormente em Goiânia, o safety car marcou presença logo após a largada por conta de dois acidentes em lugares diferentes da pista, fazendo com que a corrida ficasse sem alterações de posições por 10 minutos. Rubinho, o vencedor da prova 1, está lá atrás. 

Na relargada, a corrida pegou fogo. Com todos os pilotos arriscando mais, a troca de posições ficou intensa e quem se deu melhor foi Rubens Barrichello. Depois de largar em 10º, o piloto saltou para o terceiro lugar em cinco minutos de disputa, ficando atrás de Gaetano Di Mauro e Thiago Camilo. Rubinho estava demais neste domingo. Sua equipe andou redondo em Goiás.

Com o trio buscando a liderança, Rubinho mostrou a razão de ser considerado favorito para a disputa. Retardando seu pit stop ao máximo e conseguindo uma parada rápida, ele assumiu a liderança com mais de três segundos de vantagem para os demais concorrentes. Seu carro estava "envenenado". 

Com pouco mais de quatro minutos para o fim, mais uma vez, o safety car entrou por causa de novo acidente. Desta forma, todas as posições tiveram de ser mantidas até a bandeirada final. Desta forma, Rubens Barrichello se tornou o segundo piloto da história da Stock Car a vencer as duas provas de uma corrida, em Goiânia, onde já havia festejado outras seis bandeiradas.

Classificação da primeira corrida da etapa de Goiânia da Stock Car

1º - Rubens Barrichello 

2º - Cesar Ramos

3º - Julio Campos 

4º - Rafael Suzuki

5º - Gabriel Casagrande

6º - Thiago Camilo 

7º - Bruno Baptista

8º - Nelson Piquet Jr.

9º - Gaetano Di Mauro

10º - Denis Navarro

Classificação da segunda corrida da etapa de Goiânia da Stock Car

1º - Rubens Barrichello 

2º - Ricardo Maurício

3º - Diego Nunes 

4º - Daniel Serra

5º - Thiago Camilo

6º - Átila Abreu

7º - Gaetano Di Mauro 

8º - Bruno Baptista 

9º - Sergio Jimenez

10º - Cesar Ramos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.