Rubinho acha que vai se dar bem de novo

Rubens Barrichello, da Ferrari, disse ter compreendido, nesta sexta-feira, que poderá, a exemplo da etapa de abertura do campeonato, se dar bem na prova. "Nosso ritmo de corrida é bom, melhor que o de classificação. Obtive o sétimo tempo (1min35s949) porque errei no início do treino e acabei na brita. Tive sorte de poder voltar no fim." A Ferrari voltar a vencer é sempre possível, comentou, mas reconheceu não ser fácil, ao menos até a estréia do novo F2005.Michael Schumacher experimentou os pneus duros, enquanto Rubinho concentrou-se nos moles. "Conseguimos preciosas informações para o acerto do carro durante a corrida", disse o alemão, apenas o 16º, nesta sexta-feira, 1min37s270. "Nosso nível de competitividade não está tão distante dos nossos adversários", procurou esclarecer, sem convencer. Sua pressa em desejar a estréia do F2005 no GP de Bahrein, dia 3, demonstra que ele não está nada satisfeito em ter de usar a F2004M enquanto os concorrentes da Ferrari já trabalham com seus projetos de 2005. Uma nova vitória em Sepang dependerá de muito mais fatores que antes, admitiu Schumacher.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.