Luca Bruno/AP
Luca Bruno/AP

Rubinho acredita que a sorte de Button acabará no campeonato

Brasileiro diz que está otimista com o desempenho da Brawn GP e que espera brigar pelo título até o final

Redação,

26 de abril de 2009 | 14h15

SÃO PAULO - Apesar de ficar na quinta colocação no Grande Prêmio do Bahrein, o brasileiro Rubens Barrichello disse neste domingo que ainda não desistiu de brigar pelo título da temporada da Fórmula 1 - Rubinho está 12 pontos atrás do companheiro Jenson Button, líder do Mundial com 31.

 

Veja também:

tabela F-1: classificação do Mundial

especialConfira o calendário da temporada

especialESPECIAL: jogue o Desafio dos Pilotos

linkJenson Button conquista terceira vitória na temporada da F-1

 

"Não é o momento de jogar a toalha", afirmou Barrichello. "A equipe ainda está aprendendo e sei que o momento vai virar. Em termos de campeonato, estou numa situação ótima. O Button ganhou três das quatro provas, é verdade, mas eu sei que a coisa vai virar. A Fórmula 1 sempre foi assim."

 

Na prova no Bahrein. Rubinho se envolveu num acidente com Felipe Massa logo após a largada - Barrichello e o finlandês Kimi Raikkonen acabaram prensando o brasileiro da Ferrari. "O Massa bateu na roda traseira do Kimi e teve de ir para os boxes. Eu tentei deixar algum espaço para ele, mas não deu certo."

 

Rubinho também rebateu as críticas por ter um desempenho inferior a Button. "Isso é uma coisa que só falam no Brasil. Foram apenas quatro provas e tudo esta aberto. Essas críticas não afetarão o meu desempenho. O Brasil deveria estar contente por eu estar sentado no mesmo carro do líder do campeonato."

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Rubens BarrichelloBrawn GP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.