Rubinho agradece a Ferrari por vitória

Depois da vitória no GP de Nurburgring, na Alemanha, neste domingo, o brasileiro Rubens Barrichello se monstrou muito feliz e agradeceu ao time pela chance de vencer.?A corrida foi fantástica, não há muito o que dizer, foi fantástico. Comecei bem e tive sorte de superar todos os adversários que estavam à frente logo no começo. Foi fantástico. O carro estava superior a todos os outros. Agradeço ao time por ter me dado esse carro e por ter me deixado permanecer. Foi uma decisão surpreendente.?A declaração não deixa de ter uma referência implícita ao episódio que despertou a atenção de todo o mundo. No GP da Áustria, quando Barrichello liderava a corrida, recebeu uma ordem dos boxes para deixar que o alemão passasse, o que deixou acontecer nos últimos metros antes da bandeirada final. O piloto brasileiro disse que também durante esta corrida manteve contato constante com os boxes, como de costume. ?Nos falamos o tempo inteiro, eu, Ross Brawn e os engenheiros.?Ele também comentou sobre o momento mais decisivo da corrida, a largada e as primeiras curvas, em que conseguiu saltar da quarta colocação para a liderança. ?Estávamos muito próximos na largada, todos tentando não errar. Quando houve o espaço, tentei uma ultrapassagem arriscada e deu certo.?O piloto deixou uma boa perspectiva para a próxima corrida, em Silverstone, na Inglaterra. ?É como correr em casa, eu treinei muito lá?, finalizou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.