Rubinho confia na Ferrari em Sepang

Rubens Barrichello avisa: enganam-se aqueles que esperam que a Ferrari repita na Malásia o show dado no GP da Austrália. O brasileiro prevê uma disputa em Sepang mais dura do que a que aconteceu em Melbourne, quando a equipe italiana dominou os treinos e fez dobradinha na corrida ? Michael Schumacher venceu. Isso não quer dizer que não acredita em nova vitória da Ferrari. ?Todos ficaram surpresos com a forma como estivemos competitivos em Melbourne e sei que algumas pessoas estão esperando que a Ferrari não se saia tão bem na Malásia. Sinto muito, mas terei de desapontá-las. Podemos esperar um fim de semana bem mais difícil, mas estaremos competitivos?, disse Rubinho. O piloto brasileiro lembrou que, ao contrário dos anos anteriores, quando a Ferrari correu em Sepang com o carro antigo, desta vez o time competirá na Malásia com o modelo atual. Barrichello elogiou bastante o F2004. ?Temos um bom composto, com muita aderência e que se adapta ao calor e os pneus (Bridgestone) estão melhorando o tempo inteiro. Este carro tem um comportamento melhor em condições de calor do que o antecessor e estaremos mais bem preparados na Malásia do que no ano passado.? Fogo em Maranello ? Um incêndio, causado provavelmente por um curto-circuito, atingiu a fábrica da Ferrari, em Maranello, no fim da noite de ontem. O departamento de F-1 dos italianos não foi afetado. Segundo nota da Ferrari, as chamas ?destruíram algumas coisas do departamento de motores de carros de rua?. Alguns protótipos também foram queimados. Cristiano confiante ? Depois do decepcionante 12.º lugar na Austrália, o brasileiro Cristiano da Matta acredita que a Toyota lhe dará um carro em condições até de marcar pontos na Malásia. Ele entende que o calor e as longas retas do circuito de Sepang serão fatores decisivos para que alcance o objetivo. Da Matta também confia na evolução do carro. ?Estamos fazendo de tudo para mudar a situação o mais rápido possível. Temos novos itens aerodinâmicos e poderemos nos beneficiar das características da pista e do tempo?, afirmou o brasileiro.

Agencia Estado,

16 de março de 2004 | 17h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.