Ercole Colombo/Reuters
Ercole Colombo/Reuters

Rubinho deve esquecer título e vencer corrida, diz Massa

Piloto da Brawn GP precisa tirar uma vantagem de 14 pontos para o companheiro de equipe Jenson Button

AE, Agencia Estado

14 de outubro de 2009 | 13h39

SÃO PAULO - Em 2008, Felipe Massa chegou a Interlagos como vice-líder da Fórmula 1, com poucas chances de título. Na época, ele falava que o importante era fazer sua parte, concentrando-se na vitória e esquecendo o rival Lewis Hamilton. Neste ano, Rubens Barrichello chega ao GP do Brasil em condição semelhante. E, para Massa, o amigo tem de seguir a mesma estratégia.

Veja também:

linkMassa não terá problemas em assistir ao GP  

linkInterlagos já vive clima de Fórmula 1

video TV ESTADÃO - Veja a entrevista de Barrichello

F-1 2009 - tabela Classificação | especialCalendário

especialESPECIAL - Jogue o Desafio dos Pilotos

blog BLOG DO LIVIO - Leia mais sobre a F-1

blog SPF1 - Leia mais no blog do GP do Brasil

"A situação dele é difícil, porque 14 pontos em duas corridas é muito. Mas falei para ele ''vai lá e tenta ganhar a corrida'', e é nisso que ele tem de pensar", disse Massa à TV Globo. Em 2008, o piloto da Ferrari dominou a prova e venceu, mas acabou derrotado no Mundial por Lewis Hamilton, que acabou em quinto e ficou um ponto à frente na temporada.

Neste ano, Massa passará de protagonista a coadjuvante em caso de uma vitória brasileira. Afastado desde o acidente sofrido em 25 de julho, em Budapeste, ele dará a bandeirada ao vencedor. E já tem seu favorito para a prova.

A situação de Barrichello neste ano é mais delicada. O brasileiro tem 71 pontos, contra 85 de Jenson Button, restando duas etapas para o fim da temporada. Para impedir o título do inglês, Rubinho precisa marcar cinco pontos a mais que o rival em Interlagos. Assim, a decisão irá para Abu Dabi, em 1.º de novembro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.