Rubinho diz que poderia ser melhor

Rubens Barrichello foi o melhor piloto brasileiro no GP do Brasil de Fórmula 1, neste domingo, em Interlagos. Apesar dos problemas em sua Ferrari, ele chegou em 6º lugar e marcou 3 pontos. Já Felipe Massa, da Sauber, terminou na 11ª colocação e Antonio Pizzonia, da Williams, abandonou a corrida ainda na primeira volta.Em seu último GP do Brasil pela Ferrari, Rubinho conseguiu o 6º lugar, mas reclamou muito do desempenhol do carro. Segundo ele, o resultado poderia ter sido bem melhor.?Poderia ter me classificado mais à frente, mas teve aquele problema (por causa de um erro do engenheiro na calibragem dos pneus, Rubinho ficou com o nono lugar no grid de largada)?, protestou o brasileiro. Para conseguir a sexta colocação, o brasileiro contou que teve que dar um refresco para o carro no final da corrida. ?Forcei o tempo inteiro, mas depois de passar o Button, tive que dar uma maneirada para não comprometer o rendimento?, revelou.Rubinho ainda agradeceu a Deus pelo fato de não ter chovido durante a corrida. ?Consegui o que tinha de conseguir. Para a gente (Ferrari), seria péssimo se chovesse. Graças a Deus ela só veio no finalzinho?, disse o brasileiro, que também se mostrou grato à sua equipe. ?Dei tudo o que poderia para esse time. Foi um carro que amei muito.? Felipe Massa, o próximo companheiro de Michael Schumacher na Ferrari, não gostou nada do seu desempenho no GP Brasil. ?Na largada, o tempo estava ruim e o resultado foi pior do que esperávamos?, afirmou o brasileiro da Sauber.E Antonio Pizzonia ficou chateado com o escocês David Coulthard, da Red Bull, que o acertou por trás na largada, forçando seu abandono. "É muito triste sair da prova ainda na primeira volta. Ainda mais no Brasil", lamentou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.