Ernesto Rodrigues/AE
Ernesto Rodrigues/AE

Rubinho diz que pressão por vitória em casa não afeta

Brasileiro jamais venceu em Interlagos, mas afirma que está tranquilo para a corrida de domingo

Milton Pazzi Jr., estadao.com.br

13 de outubro de 2009 | 16h43

SÃO PAULO - O retrospecto de Rubens Barrichello em Interlagos é desanimador para quem precisa de um bom resultado no domingo. Em 16 provas, ele abandonou 11 vezes e tem apenas um pódio no GP do Brasil de Fórmula 1, com o terceiro lugar em 2004. O veterano piloto garante, no entanto, que não sente mais a pressão que sentia para vencer correndo em casa.

Veja também:

linkRubinho evita falar sobre Williams

linkRubinho aparece com camisa do Corinthians

linkRosberg: ida de Rubinho para Williams é rumor

linkInterlagos já vive clima de Fórmula 1

video TV ESTADÃO - Veja a entrevista de Barrichello

F-1 2009 - tabela Classificação | especialCalendário

especialESPECIAL - Jogue o Desafio dos Pilotos

blog BLOG DO LIVIO - Leia mais sobre a F-1

blog SPF1 - Leia mais no blog do GP do Brasil

"Eu senti essa pressão, mas agora não mais. Hoje a pressão está lá para ser usada a favor, não vejo a hora de estar lá para conseguir o melhor resultado", disse Barrichello nesta terça-feira, durante entrevista em São Paulo.

O brasileiro admitiu que já falhou em outros momentos porque sentia-se pressionado para vencer, mas disse que o melhor a fazer no momento é esquecer as frustrações passadas e mirar apenas a corrida de domingo.

"Quando tive carros competitivos, houve falhas humanas, eu mesmo errei, é uma somatória de coisas. Mas não fico olhando para trás. O fato de nunca ter ganho é o que me motiva a ganhar", afirmou Barrichello, vice-líder do Mundial com 71 pontos - o líder Jenson Button tem 85.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Rubens BarrichelloBrawn GP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.