Rubinho e Schumacher selam a paz

Os pilotos da Ferrari, Rubens Barrichello e Michael Schumacher, se encontraram hoje em São Paulo e selaram a paz. Os dois estavam com as relações estremecidas desde o GP da Malásia, há duas semanas, quando Barrichello fez duras críticas ao alemão, ao ser ultrapassado em um momento da corrida considerado inadequado. A crise de relacionamento entre os dois exigiu interferência da cúpula da escuderia, mas no encontro de hoje, as diferenças parecem ter sido superadas. Durante entrevista coletiva obrigatória, os dois se deram as mãos e garantiram que os problemas eram coisa do passado. ?Como num casamento, o relacionamento tem momentos bons e ruins, mas podem ter certeza que eventuais diferenças estão terminadas?, disse o alemão. Schumacher disse estar otimista para o GP do Brasil, mas prevê dias ainda melhores para a Ferrari a partir do GP da Espanha, dia 29 de abril, quando estará liberado o uso dos controles eletrônicos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.