Rubinho já começa a pensar no Kart

Rubens Barrichello mal terminou a temporada da Fórmula 1 e nesta segunda-feira já estava em outra pista: a do kartódromo da Granja Viana, onde disputará as 500 Milhas entre os dias 13 e 14 de novembro, ao lado de Tony Kanaan, campeão da IRL, e David Coulthard, piloto da McLaren. Quem não deixou Rubinho sair de casa sozinho para o primeiro treino foi o filho, Eduardo de apenas três anos. ?Quando ele soube que eu vinha para cá não teve jeito. O Edu já conhece todas as equipes e todos os capacetes da Fórmula 1. Ele convive com isso lá em casa, não tem jeito?, disse o pai coruja. ?Hoje ele está um pouquinho febril, com gripe, mas quis vir de qualquer maneira.? O piloto já havia dito que quer que seu segundo filho, que deve nascer daqui sete meses, seja jogador de golfe ou qualquer outro esporte. ?Acho que o Du não tem jeito. Mas o importante é que ele faça esporte. Pode ser que quando ele tenha seis anos vá praticar outra coisa. Ele joga futebol muito melhor do que eu - se estivesse no jogo do Criança Esperança (partida beneficente em que ele e outros pilotos da Fórmula 1 participaram na semana do GP do Brasil) talvez tivesse feito dois gols. Lá na Europa a gente também sai para jogar golfe, ele tem um taquinho só dele.? A forte pancada de chuva que caiu na região da Granja Viana fez com que Rubinho se atrasasse em mais de uma hora para falar com a imprensa. ?É, a chuva não ajudou ontem (domingo), e também não ajudou hoje (25). Por isso vou andar só um pouquinho?, assinalou. Se enjoa ficar tanto tempo na pista, mesmo nas folgas? ?De jeito nenhum. Andar de kart me ajuda a relaxar os músculos e a descontrair.? Em sete edições das 500 Milhas da Granja Viana, o time de Rubinho venceu quatro vezes. Este ano, a equipe do piloto da Ferrari perdeu o reforço de Felipe Massa, piloto da Sauber. ?Perdemos um ?pequeno grande homem?. Meu time tem Coulthard e o Tony (Kanaan). Ainda não definimos o quarto piloto?, adiantou. Satisfeito com o desempenho da temporada, Barrichello não quis falar sobre Fórmula 1. No fim de semana, ele participará do Ferrari Day, na Itália, e então estará de férias. ?Dias 8 e 9 de dezembro vou testar em Jerez de la Frontera. A Ferrari nem sabe que eu estou aqui falando com a imprensa, então vamos falar de kart.? Falou apenas da festa da escuderia, após o GP do Brasil. ?Pintei o cabelo de vermelho para homenagear a equipe. O convite pedia que todo mundo participasse usando algo vermelho. Mas era tinta de criança. Tomei um banho e saiu.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.