Divulgação/Williams - 1/1/2010
Divulgação/Williams - 1/1/2010

Rubinho mostra otimismo e vê título mais próximo

'Tenho os pés no chão e trabalho muito para ter sucesso', afirma o veterano piloto, que correrá na Williams

AE, Agencia Estado

21 de janeiro de 2010 | 17h43

Prestes a entrar em sua 18.ª temporada na Fórmula 1, Rubens Barrichello mantém a empolgação de um piloto iniciante. Agora na equipe Williams, o brasileiro de 37 anos mostra otimismo ao falar do futuro na categoria. "O sonho de se tornar campeão mundial está mais perto do que nunca", afirmou ele, em entrevista à revista inglesa Autosport, publicação especializada em automobilismo.

"Depois de tanto tempo, ainda me sinto muito motivado. Tenho os pés no chão e trabalho muito para ter sucesso", contou Rubinho, que já passou por cinco equipes na Fórmula 1. Os melhores resultados vieram na Ferrari, onde foi vice-campeão duas vezes, sempre atrás do alemão Michael Schumacher. No ano passado, ele brigou pelo título na Brawn GP, mas terminou na terceira colocação.

Animado com a mudança de equipe, Rubinho já visitou algumas vezes a sede da Williams, na Inglaterra, além de conhecer a fábrica da fornecedora de motores Cosworth. Aproveitou para conhecer os funcionários e se familiarizar com a estrutura da sua nova casa - antes, ele pilotou pela Jordan, Stewart, Ferrari, Honda e Brawn GP durante a sua longa carreira na Fórmula 1.

"Já visitei a fábrica da Williams algumas vezes, e também estive na Cosworth. Foi bom ver que eles não pensam apenas em fazer bonito, eles querem vencer", afirmou Rubinho. "Algumas coisas não dá para fazer por telefone, você precisa estar presente. Agora estou conhecendo todos. E estou gostando muito."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.