Rubinho não entende colisão com Montoya

Rubens Barrichello, da Ferrari, ficou fora da corrida ainda no início da segunda volta, na curva 2. Juan Pablo Montoya, Williams, bateu por trás. ?Eu pensei ter deixado espaço suficiente para ele ficar de lado e depois eu sair à sua frente na saída da curva. Mas de repente senti um bang na traseira e fui parar na caixa de brita." Ele acabara de perder o quinto lugar para David Coulthard, da McLaren, e ficou na frente do colombiano. A origem do problema surgiu com a má largada. ?Houve um problema com o inserimento da segunda marcha, no sistema automático. Precisei agir manualmente e perdi tempo considerável, por isso perdi algumas posições." Ele era o segundo no grid. ?Estou chateado, claro, por não poder fazer parte dessa vitória com o Michael, mas para nossa equipe esse resultado é fantástico." Rubinho e Montoya são amigos. O colombiano, por exemplo, virá a São Paulo na primeira semana de novembro para o casamento de Tony Kanaan, amigos dos dois, e em seguida disputa as 500 Milhas de Kart da Granja Viana. Rubinho retribuirá participando de uma prova de kart, dia 15 de novembro, que Montoya está promovendo em Cartagena, na Colômbia. ?Sabia que mais cedo ou mais tarde isso iria acontecer, nós dois nos tocarmos. Pena que foi num dia em que não poderia ocorrer", comentou o piloto da Ferrari. Só uma razão explica Cristiano da Matta, da Toyota, não ter marcado pontos neste domingo: seus seis pit stops. ?A chuva começou a cair ainda na quinta volta e optamos por trocar os pneus. Em seguida parou e tivemos de voltar para os slick." Depois fez seu pit stop normal, na 11ª volta, e nove voltas mais tarde teve de colocar pneus para chuva. Nessa hora o limitador de velocidade não funcionou e precisou cumprir um drive-through por excesso de velocidade nos boxes. Ele faria ainda mais dois pit stops, na 40ª e 46ª voltas. ?Meus tempos de volta eram muito bons, quando estava na pista. Era dia para marcar pontos." Acabou em nono.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.