Rubinho põe a culpa no equipamento

O piloto brasileiro Rubens Barrichello encontrou uma explicação para o fraco desempenho no GP da Austrália, no último final de semana, na abertura da temporada 2003, quando abandonou a corrida logo no início. Em declarações publicadas nesta sexta-feira pelo jornal italiano Gazzetta dello Sport, o piloto da Ferrari criticou o novo sistema de proteção para cabeça e pescoço (HANS) desenvolvido para a Fórmula 1. "Mesmo que eu não tivesse sofrido o acidente, seria preciso muito esforço para chegar ao final da corrida. A dor estava realmente insuportável." No domingo, após a prova, Rubinho silenciou sobre o problema. Na ocasião, creditou sua saída a um erro que ele próprio teria cometido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.