Rubinho tem apoio total das crianças

Rubens Barrichello tem razão. Há realmente uma troca de energias positivas entre o piloto e a torcida para este Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1. Mas o que talvez o brasileiro não desconfie é de onde vem a maior parte desta força: das crianças. Basta conversar com qualquer pequeno torcedor que circule pelo Autódromo de Interlagos para saber o quanto ele é querido - independentemente do fato do alemão Michael Schumacher ganhar a maioria das corridas.Stephanie Cardoso, de 6 anos, foi a Interlagos pela primeira vez na sexta-feira. "Gosto da Ferrari e do Rubinho", diz a menina, entusiasmada com a primeira experiência na Fórmula 1. Nos boxes, perto das máquinas, descobre muitas coisas novas. Assustada, ela tapa os ouvidos com o ronco dos motores que se preparavam para o treino. "Não sabia que os carros faziam tanto barulho", observa. Stephanie afirma estar confiante em vitória brasileira. "Acho que ele (Rubinho), vai ganhar." Tiago Frigerio, de 7 anos, vem vestido à carater - de macacão vermelho - para sua primeira experiência na Fórmula 1. A princípio a timidez atrapalha, mas depois fala sobre o que mais gostou de tudo o que vivenciou durante o dia: "De ver o Rubinho correr." O menino está começando a pilotar. "Do que mais gosto quando estou no kart? De ganhar", dispara na maior sinceridade. Tiago afirma que torce por vitória do brasileiro, porém, quando crescer "quer ser igual ao Pelé".Beatriz Lea Araújo tem oito anos mas não é novata na Fórmula 1. "É minha segunda vez", conta a menina, que diz adorar vir a Interlagos para ver o Grande Prêmio Brasil. "Do que gosto mais aqui? Do Rubinho", afirma, sem hesitar. "Também gosto dos carros, mas eles são muito barulhentos." Na seqüência Beatriz diz que acredita na vitória do brasileiro neste domingo. A opinião é compartilhada pela irmã, Bárbara Lir Araújo, de 13 anos. "Acho que agora que o campeonato está definido ele (Rubinho) vai ganhar." Os olhos de Luiz Guilherme Gomes, de 9 anos, brilham em frente aos boxes da Ferrari em sua primeira vez em Interlagos. "Acho que o Rubinho vai ganhar", diz o menino, diz não saber bem o por quê de sua convicção. "Sei lá. É o que eu sinto." Otimismo - Entre os adultos, é grande a esperança por uma vitória de Rubinho e a simpatia do piloto conquista até quem, a princípio não torceria por um brasileiro. "Meu desejo é de que ele ganhe porque ele está mostrando muita vontade", torce o jornalista argentino Walter Caseros, do La Nacion.O paisagista Antônio Carlos Francisco diz que também gostaria de ver uma vitória do piloto. "Ele merece", opina. Na seqüência, porém, ressalta que Rubinho não deve ter muita facilidade na pista, afinal "a principal dificuldade dele será o Schumacher".O engenheiro Carlos Santiago acha que o brasileiro só não ganhou em Interlagos por falta de sorte. Segundo ele, a torcida por Rubinho sempre existiu. "Mas quando a coisa não acontece a gente sempre perde um pouco a esperança." Santiago acha que o brasileiro tem chance de ser dar bem domingo porque tem demonstrado que é bom quando não tem problemas.Já o engenheiro Eduardo Gomes acha que, como o campeonato já está definido, a situação de Rubinho para a corrida é mais favorável. Para ele, se o campeonato ainda estivesse em disputa, a Ferrari privilegiaria Schumacher. "Mas como está tudo decidido e a corrida é especial para o Rubinho, acho que as coisas se equilibram."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.