Rubinho volta a pedir mais espaço

O piloto Rubens Barrichello garantiu nesta segunda-feira que não se sente frustrado pela terceira colocação no Grande Prêmio do Brasil - a última etapa do Mundial de F-1 da temporada 2004 - disputado no domingo no circuito de Interlagos. Vice-campeão mundial por antecipação, o brasileiro disse que, dadas as circunstâncias da corrida, conseguir um lugar no pódio pode ser considerado um resultado muito bom. Rubinho, no entanto, voltou a pedir mais espaço na Ferrari.Em entrevista ao canal pago Sportv, na noite desta segunda-feira, o piloto disse acreditar que ainda será campeão na escuderia italiana, mas acha que já merece uma atenção maior. ?Se eu tinha de mastigar um pouquinho de coisa ruim, acho que já mastiguei?, disse ele, que acredita estar em condições de receber o mesmo tratamento dispensado ao alemão Michael Schumacher.Rubinho garante que sua situação na equipe, hoje, é diferente da experimentada por Eddie Irvine (então o segundo piloto). ?Com o Irvine era yes, yes . Comigo é diferente. Eu não estou na equipe para brigar, mas eu converso?, afirmou.Rubinho garante não estar frustrado com o seu desempenho em Interlagos. Ele revelou que reviu todos os detalhes da corrida, e concluiu que o terceiro lugar foi o máximo que poderia ter conseguido. ?Nós chegamos onde poderíamos chegar. O terceiro lugar foi justo?, disse.O brasileiro disse ainda ter boas perspectivas para o ano que vem e reafirmou a confiança de ainda ser campeão pela Ferrari. ?Com os pés no chão e muita luta, uma hora vai ter de acontecer?, disse. CARIDADE E KART - No início da tarde, Barrichello esteve em um asilo no bairro de Santo Amaro (zona sul da Capital). Foi entregar alimentos que sobraram do final de semana em Interlagos. Foi muito festejados pelos velhinhos. Á noite, o piloto esteve no kartódromo da Granja Viana para iniciar o treinos para as 500 Milhas de Kart - uma prova já tradicional na cidade e que será realizada em novembro. A equipe de Rubinho já conta com Tony Kanaan e David Coulthard.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.