Rússia assina acordo para sediar etapa da Fórmula 1

Prova será disputada em Sochi a partir de 2014 e o país pagará US$ 40 milhões por ano por um contrato de cinco temporadas

AE-AP, Agência Estado

14 de outubro de 2010 | 09h51

A Rússia assinou um acordo nesta quinta-feira para sediar uma etapa de Fórmula 1 a partir de 2014. A prova será disputada em Sochi, cidade localizada nas proximidades das montanhas nevadas do Cáucaso e do mar Negro que abrigará também os Jogos Olímpicos de Inverno de 2014.

Para sediar uma prova da Fórmula 1, a Rússia pagará US$ 40 milhões (R$ 66 milhões) por ano por um contrato de cinco temporadas, com a opção de renovação por outras cinco. O acordo foi assinado por Bernie Ecclestone, chefe da categoria, e uma empresa oficial de construção local. O primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, também esteve presente no encontro, realizado em Sochi.

Em 2002, a Rússia já havia tentado fechar um acordo para receber uma prova em Moscou, mas falhou nas negociações com Ecclestone. Nesta temporada, Vitaly Petrov ganhou vaga na Renault e tornou-se o primeiro russo a correr na Fórmula 1.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Rússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.