Carsten Horst/Divulgação
Carsten Horst/Divulgação

São Paulo investiu mais de R$ 15 mi para receber a Indy, diz Kassab

Valor é destinado para reforma do circuito e para montagem e desmontagem da estrutura da prova

LEANDRO SILVEIRA, Agência Estado

28 de abril de 2011 | 13h37

SÃO PAULO - O prefeito Gilberto Kassab revelou nesta quinta-feira que a Prefeitura de São Paulo investiu mais de R$ 15 milhões para receber a etapa brasileira da Fórmula Indy, que acontecerá no próximo domingo, no circuito de rua do Anhembi. O valor gasto se divide na reforma e construção do circuito, além do processo de montagem e desmontagem de toda a estrutura da corrida. Outros R$ 60 milhões são gastos pelo Grupo Bandeirantes, que promove a prova no Brasil.

"Foram feitos investimentos no recapeamento, que fica de legado para a cidade, assim como a correção da drenagem, que vimos ser necessário em função da chuva de 2010 [que provocou a interrupção da prova na estreia do circuito do Anhembi], e o investimento na montagem e desmontagem da pista para que haja total segurança", disse o prefeito, durante entrevista coletiva nesta quinta-feira.

Kassab detalhou os investimentos realizados na corrida pela Prefeitura de São Paulo. "O valor da infraestrutura de construção foi de aproximadamente R$ 11 milhões. Para montagem e desmontagem da pista foi de R$ 4,5 milhões. A empresa monta, desmonta, guarda o material e monta no ano que vem. É um investimento que se dilui", completou o prefeito.

Mas, de acordo com Frederico Nogueira, vice-presidente do Grupo Bandeirantes, os investimentos irão se reduzir com a realização anualmente de uma corrida da Indy em São Paulo. "Cada vez as obras de infraestrutura serão menores", explicou o executivo. "No ano passado os investimentos foram maiores porque não tínhamos um autódromo."

Os organizadores também explicaram nesta quinta-feira que a adoção de um novo tipo de zebras, sugerida pelo piloto brasileiro Hélio Castroneves para minimizar os problemas ocorridos na prova paulista de 2010, não será utilizado. "Um sistema de fibras foi analisado, mas se decidiu manter o sistema do ano passado. Essa ideia poderá ser utilizada nos próximos anos", disse Elton Zacarias, secretário municipal de Infraestrutura e Obras.

Veja também:

blog VELOCIDADE - Tudo sobre a Fórmula Indy em São Paulo

link Pilotos brasileiros aprovam mudanças no circuito da Fórmula Indy

link Bia Figueiredo admite estar fora das condições ideais

link Kanaan repete promessa de pular no Tietê se vencer em São Paulo

link Indy fixa etapa de São Paulo para o mês de maio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.